Jornal da Câmara

Baixar

Jornal da Câmara - 10/11/2015

O plenário da Câmara aprovou medida provisória que transfere ao consumidor o risco de secas afetarem a produção de energia elétrica. Para o governo, a conta de luz vai ficar mais barata com os novos leilões de usinas, mesmo com o pagamento de uma bonificação a ser custeada pelas concessionárias.

Amanhã deve ser instalada a CPI que vai investigar a atuação da Funai, a Fundação Nacional do Índio, e do Incra, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária. Segundo o deputado Alceu Moreira, do PMDB do Rio Grande do Sul, que pediu a instalação da CPI, há uma série de denúncias, envolvendo os dois órgãos, que apontam para irregularidades nos processos de demarcação de áreas indígenas e quilombolas.

É possível reduzir, ao mesmo tempo, os juros e a inflação? A Consultoria Legislativa da Câmara convidou especialistas para discutir o assunto e tentar encontrar soluções que permitam ao Brasil voltar a crescer.

Foi lançada hoje na Câmara a Frente Parlamentar em Defesa da Redução do Preço da Energia Elétrica no Brasil. O objetivo é discutir soluções para que o setor ofereça bom serviço e preço justo ao consumidor.

A indústria do etanol no Brasil está em crise: mais de 70 usinas foram fechadas desde 2008. Nessa terça-feira, as comissões de Agricultura e de Finanças debateram alternativas para reduzir o preço do combustível.

Valentina Matvienko, presidente do Conselho Federal da Rússia, que equivale ao Senado brasileiro, fez hoje uma visita de cortesia à Câmara dos Deputados e se reuniu com o presidente da Casa, Eduardo Cunha.

Apresentação — Jaciene Alves

Jornal da Câmara

Telejornal com as principais notícias do Legislativo. Além das tradicionais reportagens, o Jornal da Câmara realiza, diariamente, debates, ao vivo, sobre os grandes temas do dia. Repórteres que acompanham os bastidores do Legislativo trazem as informações mais quentes e entrevistam seus convidados - parlamentares, especialistas e representantes da sociedade civil.

De segunda a quinta, ao vivo às 21h ou após o encerramento do Plenário. Terça às 22h e reprise de segunda a quinta às 23h30.

facebook twitter youtube

Todas as Edições