Estreia: Invalid date

Panorama

Se depender dos deputados, o cidadão que já está aposentado mas voltou a trabalhar vai poder refazer o cálculo do rendimento que recebe. Esta foi uma das decisões que o plenário da Câmara tomou esta semana. Entre medidas provisórias e um pacote de estímulo ao turismo, a semana também foi marcada por um impasse em torno de uma sessão de vetos do Congresso Nacional que acabou não acontecendo.

Os deputados aprovaram ainda a anistia de multas para motoristas sem extintor de incêndio ou com equipamento vencido. A anistia será para os multados a partir de 1º de janeiro de 2015, que terão o direito de ser ressarcidos em três meses pelo valor pago da multa. Também foi aprovado projeto que acaba com a pena de prisão para faltas disciplinares de policiais e bombeiros militares, permitindo ampla defesa para os acusados em processos regidos por um novo código de ética.

Um grupo de nove deputados fez um ato no Salão Verde aqui da Câmara. O objetivo da manifestação foi cobrar explicações do presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha.

E outro grupo de 22 deputados do PMDB apresentou um manifesto contra a participação do partido na reforma ministerial da presidente Dilma Rousseff.

A CPI da Petrobras se reuniu esta semana para tratar da compra da Suzano Petroquímica e da investigação de grampos ilegais instalados na Polícia Federal em Curitiba. Mas o assunto mais importante acabou sendo uma nova convocação. A 20 dias do prazo final da CPI, mais de 500 requerimentos esperam para ser analisados, e só um foi colocado em votação. A escolha foi alvo de críticas.

Apresentação — Jaciene Alves
Panorama

Revista com os assuntos que movimentaram a semana na Câmara. Informação completa para que o cidadão acompanhe de perto os trabalhos dos deputados durante a semana que passou.

NOSSAS REDES