Documentários

Baixar

Zé Celso: tupy or not tupy

Para comemorar o ano novo, a TV Câmara abriu um excelente vinho, safra 1937: fomos conversar com José Celso Martinez Corrêa, ou simplesmente Zé Celso.

divulgação
documentário Zé Celso - José Celso Martinez Correa - teatro
Aos 77 anos, Zé Celso é um dos mais originais, revolucionários e polêmicos artistas brasileiros

O resultado é o documentário Zé Celso: tupy or not tupy. A partir de depoimentos do próprio Zé, de trechos da peça Walmor Y Cacilda 64 – Robogolpe, que contém elementos autobiográficos, e também de ensaios e cenas de peças mais antigas de autoria dele, é possível conhecer um pouco mais sobre a vida do irreverente autor.

Dramaturgo, diretor, ator e músico, Zé Celso iniciou a carreira no teatro amador quando ainda era estudante, no final da década de 50. “Comeu” a obra de Oswald de Andrade e, antropófago, foi um dos pais da Tropicália.

Encarou a ditadura militar tanto pelo lado político, com textos revolucionários, quanto pelo lado dos costumes, com suas montagens dionisíacas. Preso, torturado e exilado, produziu documentários sobre as revoluções portuguesa e moçambicana. Trabalhou com grandes nomes das artes, como Augusto Boal, Chico Buarque, Sérgio Britto, Raul Cortez, Pascoal da Conceição, entre outros.

Contra a especulação imobiliária, lutou pela manutenção do Teatro Oficina no bairro do Bixiga, em São Paulo, e levantou o debate sobre ocupação urbana e a importância da Cultura nas cidades. Zé Celso é o diretor brasileiro mais longevo em atividade e já produziu cerca de 40 peças, como O Rei da Vela, Roda Viva, As Bacantes, Os Sertões e a série Cacilda!. Sempre inovando, provocando e seduzindo o público.

Ficha Técnica

Direção e Roteiro: André Uesato
Produção: Pedro Henrique Sassi e Carol Barboza
Imagens: Cícero Bezerra
Som Direto: Anderson Rosato
Videografismo: Pedro Mafra
Edição e Finalização: Felipe da Cunha

Sobre a série Memórias

Documentários que resgatam fatos marcantes do passado do Brasil por meio de personagens que foram protagonistas dos acontecimentos. Inicialmente centrado nas memórias políticas, o programa ganhou abrangência ao incorporar outras questões fundamentais para a compreensão do Brasil contemporâneo. A cada novo episódio fragmentos de recordações pessoais servem como ponto de partida para a compreensão de histórias narradas nos livros de história.

Vinheta Memórias
Depoimentos exclusivos de personagens da vida pública sobre fatos que marcaram a trajetória do País

 

Documentários

Temas variados são abordados nos documentários produzidos pela TV Câmara, com ênfase naqueles que, de alguma forma, fazem parte da agenda do Congresso Nacional. Política, infraestrutura, meio ambiente, cultura, personalidades e história do país são alguns dos assuntos que podem ser encontrados em nosso acervo.

Estreia: sexta, às 21h30. Reprises: sábado 8h, 15h e 22h30; domingo, 6h30, 12h e 20h e segunda às 19h.

facebook twitter youtube

Todas as Edições