Documentários

Baixar

Estreia: 31/05/2014

Mané de Brasília

 

15 de maio de 2011. Uma tentativa frustrada de demolição simbolizou o início da construção do novo estádio Mané Garrincha. Mas mesmo antes deste episódio, operários e máquinas já estavam no local colocando concreto em estruturas que começavam a despontar na paisagem.

Desse momento até o primeiro jogo da Copa das Confederações, Brasil versus Japão, uma equipe da TV Câmara acompanhou mês a mês o que se convencionou chamar de o nascimento de um gigante. Além da obra arquitetônica, o documentário Mané de Brasília mostra como a sociedade reagiu aos gastos públicos com os preparativos para a Copa do Mundo. Na etapa final, o filme acompanha o protesto que reuniu centenas de pessoas e que foi duramente reprimido pela Polícia Militar.

Em dois anos de gravação várias histórias se entrelaçaram. Uma delas é a de Eduardo de Castro Mello, arquiteto responsável pelo projeto. Ao lado do pai, o também arquiteto Ícaro de Castro Mello, Eduardo participou da construção do antigo estádio Mané Garrincha, que foi demolido para dar lugar à nova arena. O documentário retrata todas as etapas mais importantes da construção, oferecendo ao telespectador uma noção da enormidade da obra do estádio, que consumiu cerca de R$ 1,4 bilhão.

Elzi Araújo é outra personagem que participa da história da construção do “Mané”. Técnica de segurança responsável por um batalhão de operários, o depoimento da operária sintetiza o anseio de milhões de brasileiros que imaginaram que, em algum momento, a Copa seria um fator de melhoria real na qualidade de vida. Além dela, o documentário dá voz a outros operários que por ali passaram com o sonho de “quem sabe, um dia ver ali um jogo da Copa”.

Mas se a construção da obra segue sua trajetória planejada, o mesmo não aconteceu com a população que se revezou entre o aplauso e a reprovação. A TV Câmara ouviu ao longo da produção várias pessoas que acompanharam e criticam a decisão do GDF de colocar R$ 1,4 bilhão de reais só nas obras do estádio, o mais caro do País. Do outro lado estão autoridades como o governador do DF, Agnelo Queiroz, e o secretário Extraordinário da Copa, Claudio Monteiro, que justificam os investimentos no Estádio como parte de um novo modelo de desenvolvimento para Brasília.

Mané de Brasília traz à tona esta questão complexa que tem sido levantada nos diversos países que sediaram a competição da FIFA: até que ponto vale a pena receber a Copa do Mundo? Quais são os ganhos efetivos? O documentário é dirigido por Dulcídio Siqueira Neto, com imagens de Edson Cordeiro e montagem de Guem Takenouchi

Documentários

Temas variados são abordados nos documentários produzidos pela TV Câmara, com ênfase naqueles que, de alguma forma, fazem parte da agenda do Congresso Nacional. Política, infraestrutura, meio ambiente, cultura, personalidades e história do país são alguns dos assuntos que podem ser encontrados em nosso acervo.

Estreia: sexta, às 21h30. Reprises: sábado 8h, 15h e 22h30; domingo, 6h30, 12h e 20h e segunda às 19h.

facebook twitter youtube

Todas as Edições