Ponto de Vista

Jorge Bessa, ex-coordenador da Subsecretaria de Inteligência da Presidência, conversa sobre vazamento de informações

Espionagem não é só assunto de filmes de 007. Ela acontece a todo o momento, em toda a parte do mundo, onde possa haver algo de interessante a se revelar. Inclusive aqui no Brasil. Um bom exemplo foi a badalada bisbilhotagem praticada pelos Estados Unidos a órgãos brasileiros, que envolveu até a presidente Dilma Rousseff.
Mas espionar pra que? Pra quem? Ela é um instrumento realmente necessário aos governos? E você sabe o que é a contraespionagem?

O Ponto de Vista recebeu o escritor paraense Jorge Bessa, que trabalhou e chefiou órgãos de inteligência e contrainteligência do governo brasileiro por 25 anos. Ele também é autor dos livros “Guerra Fria: a contraespionagem brasileira vista por dentro”, lançado em 2009, e “O escândalo da espionagem no Brasil”. Em entrevista à jornalista Malena Rehbein, o ex-expião brasileiro revela detalhes sobre a arte de espionar e como se defender dela.

Ponto de Vista

Programa traz entrevistas com especialistas que analisam temas fundamentais para nossa sociedade. Este programa dispõe de legenda oculta, na versão exibida na TV Câmara.

Estreia: segunda, às 21h30. Reprises: terça, às 00h30; quarta, às 6h30 e 22h30; quinta, às 22h; sexta, 6h30 e domingo às 16h30.