Palavra Aberta

Eleições 2006: Gastos de Campanha (bl.1)

Nesta eleição estão concorrendo por volta de 18 mil candidatos, inclusive os que disputam a cadeira ocupada pelo presidente Lula e os vices; os que disputam os governos dos estados e os vices; os que disputam um terço das vagas para o senado e os suplentes; e os candidatos a deputado federal e a deputado estadual. Uma das maiores preocupações dos partidos políticos quando se fala em reforma política é a adoção de mecanismos ágeis de prestação de contas e a transparência dos gastos das campanhas. Gastos que se concentram, em grande parte, na produção dos programas do horário eleitoral que, ainda assim, constituem o chamado horário eleitoral gratuito. Este é um dos temas debatidos pelos presidentes dos partidos políticos nesta edição do Palavra Aberta Especial Eleições 2006, um programa em que os presidentes de todos os partidos políticos ou seus representantes fixam posição sobre os principais temas da reforma eleitoral, analisam o desempenho do atual Congresso e arriscam palpites para a renovação depois das eleições de outubro.

Palavra Aberta

O Palavra Aberta é o espaço em que o parlamentar expõe suas ideias, fala de propostas que tramitam no Congresso Nacional e presta contas de sua atuação como deputado. O programa dá uma ampla visão da diversidade de temas que são tratados no parlamento brasileiro. Este programa dispõe de legenda oculta, na versão exibida na TV Câmara.

Estreia: segunda a sexta, às 7h30 e às 7h45. Reprises: segunda às 12h30 e 12h45, terça a sábado às 13h30 e 13h45, segunda a quinta 20h e 20h15, sexta às 22h30 e 22h45 e domingo às 17h30 e 17h45.

Todas as Edições