Rádio Câmara

Painel Eletrônico

Discussões do Congresso a partir de 2023 vão depender do resultado presidencial em segundo turno

03/10/2022 -

  • Entrevista - Antônio Augusto de Queiroz

Com o aumento das bancadas do PL e outros partidos médios, a composição da Câmara dos Deputados a partir de 2023 terá um perfil mais conservador, de centro-direita, acordo com a análise do cientista político Antônio Augusto de Queiroz. Além dos liberais, ele destaca o crescimento do PT, agora em federação partidária com PV e PC do B, e por outro lado a redução do total das bancadas do PP, PSB e da federação entre PSDB e Cidadania.

Após os resultados para a Câmara Federal, ele antevê a possibilidade de fusões e federações entre partidos, para garantir tempo de propaganda partidária e acesso aos recursos dos fundos eleitoral e partidário. Mas Queiroz também aponta que a arrumação já começou desde a última janela partidária, intervalo que detentores de mandato parlamentar podem trocar de sigla sem perderem o cargo.

O especialista avalia que as discussões do Congresso Nacional vão ser influenciadas pela decisão em segundo turno para a Presidência da República. Se a atual gestão permanecer, devem voltar à pauta temas ligados aos costumes que não foram votadas no primeiro turno, além da busca pela ampliação da visão penal do Estado e também o crescimento dos conflitos com o Poder Judiciário, especialmente com o Supremo Tribunal Federal, mas se não houver reeleição, Queiroz aponta que os parlamentares vão se comportar com a ética da responsabilidade.

Apresentação - Marcio Achilles Sardi

Programa ao vivo com reportagens, entrevistas sobre temas relacionados à Câmara dos Deputados, e o que vai ser destaque durante a semana.

De segunda a sexta, às 8h, ao vivo