Rádio Câmara

Painel Eletrônico

Representação partidária na Câmara pode diminuir com mudanças recentes na legislação eleitoral

14/09/2022 -

  • Entrevista - Cristiano Noronha

As novidades na legislação eleitoral podem provocar a redução no total de partidos representados na Câmara Federal, segundo análise do cientista político Cristiano Noronha, que aponta entre os principais fatores para o fenômeno a instituição das federações partidárias, a campanha polarizada para presidência da República, que dá mais protagonismo aos partidos dos principais candidatos, e também a limitação de recursos partidários. A expectativa do especialista é que o número de partidos representados fique entre 15 e 20 siglas.

Ele aponta que é possível fazer uma previsão mais aproximada sobre as bancadas no Senado, com a perspectiva de que MDB, PSD e PL tenham as maiores representações a partir de 2023, tendo entre 11 e 12 senadores. Já na Câmara, os partidos de centro direita devem continuar a reunirem as maiores bancadas, enquanto os partidos de esquerda tendem a somar no máximo 150 deputados eleitos, de acordo com a análise de Cristiano Noronha.

O cientista político aponta que o eleitor tem se apoiado ainda na propaganda eleitoral no rádio e na televisão para consolidarem seu voto, mas acrescenta que as mídias sociais, mesmo sendo fonte de fake news, rendem mais uma oportunidade para que o cidadão tenha mais informações sobre seus candidatos.

Apresentação - Marcio Achilles Sardi

Programa ao vivo com reportagens, entrevistas sobre temas relacionados à Câmara dos Deputados, e o que vai ser destaque durante a semana.

De segunda a sexta, às 8h, ao vivo