Rádio Câmara

Samba da Minha Terra

Trabalhadores no samba

Trabalhadores no samba

01/05/2022 - 12h00

  • Trabalhadores no samba - versão em bloco único

  • Trabalhadores no samba - Bloco 1

  • Trabalhadores no samba - Bloco 2

O samba tem raízes profundas na cultura popular e na labuta diária de um povo sofrido que sabe cantar e batucar suas alegrias e tristezas. Clássicos do samba nasceram em momentos de descanso ou de lazer após o trabalho. Outros clássicos surgiram no mesmo instante da labuta. Nas proximidades de 1° de maio, Samba da Minha Terra resgata versos, prosas e batuques que registram o cotidiano do trabalho e dos trabalhadores. Vai ter até “operário padrão” no quadro “poesia do samba”. Algumas obras-primas também denunciam desumanidades nas relações de trabalho.

MÚSICAS

Nobre folia (Anderson Cunha), com Sertanília
Canto do trabalhador (João Nogueira), idem
A vida do trabalhador (Jorge Zagaia), com Velha Guarda da Mangueira
O bonde São Januário (Ataulfo Alves), com Gilberto Gil
Café com pão (Leci Brandão), idem
Operário padrão (César Brunetti), com Elizeth Cardoso
Cravo e ferradura (Aldir Blanc, Clarissa Grova e Cristóvão Bastos), com Clarissa Grova
Bravos guerreiros (Fabiano Tennor, Luizinho Ramos e Mike Cândido), com Acadêmicos do Tatuapé 2019, Leci Brandão, Jorge Bem Jor, Paula Lima e Rappin Hood
Suíte do pescador (Dorival Caymmi), idem
Prece do pescador (Roque Ferreira e J. Velloso), Mariene de Castro
O vendedor de caranguejo (Gordurinha), com Moyseis Marques
Marisqueira (Tom Barreto), com Grupo Barlavento
Doce na feira (Jair do Cavaquinho e Altayr Costa), com Jair do Cavaquinho
Construção e Deus lhe pague (Chico Buarque), idem
Camelô de profissão (Abel Luiz), com Tomaz Miranda

Sonoplastia - Tony Ribeiro
Apresentação e pesquisa - José Carlos Oliveira

Acompanhe a riqueza poética e melódica do ritmo mais popular do Brasil. Quadros especiais destacam as letras mais requintadas, inovadoras ou significativas, as entrevistas históricas e os espaços dedicados ao samba em todo o país.

Domingo, às 12h, e quinta, à 0h

TODAS AS EDIÇÕES