Rádio Câmara

Samba da Minha Terra

Mestre-sala e porta-bandeira

Mestre-sala e porta-bandeira

27/02/2022 - 12h00

  • Mestre-sala e porta-bandeira - versão em bloco único

  • Mestre-sala e porta-bandeira - Bloco 1

  • Mestre-sala e porta-bandeira - Bloco 2

Mestres-salas e porta-bandeiras acabam de ser reconhecidos por lei como “patrimônios da cultura” do Rio de Janeiro. Também são figuras essenciais do carnaval e personagens obrigatórios nos desfiles oficiais das escolas de samba. O casal de bailarinos não samba: deve bailar e flutuar com “leveza, elegância e majestade” pela avenida, segundo os manuais de julgamento desse quesito carnavalesco. Samba da Minha Terra resgata o histórico desse casal e mostra como nossos poetas e cronistas do samba o retrataram em clássicos musicais. O quadro “poesia do samba” é dedicado à eterna “Tia Dodô”, primeira porta-bandeira da Portela e que iniciou a saga da escola como maior vencedora do carnaval carioca. O “bailarino Delegado” também é alvo de samba de enredo e clássicas composições da Mangueira em exaltação a seu mestre-sala ilustre. O programa ainda mostra que os típicos “meneios, mesuras, giros, meias-voltas e torneados” já reuniram mãe e filho, amigos e casais na vida real. Foto: Liesa

MÚSICAS

Hino à porta-bandeira (samba-exaltação de quadra), com GRCS Vai-Vai
Mestre-sala do amor (Evaldo Gouveia e Jair Amorim), com Jair Rodrigues
Porta-bandeira (Alailson Cardoso, Sebastian e Mateus Cordeiro), com Grupo Muwuca
Minha porta-bandeira (Neném Chamma), com Arlindo Cruz
Mestre-sala (Reginaldo Bessa e Esther Glanzer), com Elza Soares
Porta-estandarte (Geraldo Vandré e Fernando Lona), com Geraldo Vandré
A filha da porta-bandeira (Alexandre Lemos e Fred Martins), com Alexandre Lemos
Porta-bandeira (Antônio Nássara e Roberto Martins), com Emilinha Borba
Os meninos da Mangueira (Rildo Hora e Sérgio Cabral), com Sururu na Roda
Pra Vilma Nascimento (Leci Brandão), idem
Angenor, José e Laurindo (Moacyr Luz, Bruno Souza, Leandro Almeida e Pedro), com Mangueira 2022
A primeira porta-bandeira (Pecê Ribeiro), idem
Velhice da porta-bandeira (Eduardo Gudin e Paulo César Pinheiro), com Beth Carvalho
Mestre-sala (Fabiana Cozza), idem
Mané, o mestre-sala (Inácio Rios, Pipa Vieira e Bárbara Rodriguez), com Grupo ExQuadrilha
O mestre-sala dos mares (Aldir Blanc e João Bosco), com Chico Buarque de Hollanda

Sonoplastia - Tony Ribeiro
Apresentação e pesquisa - José Carlos Oliveira

Acompanhe a riqueza poética e melódica do ritmo mais popular do Brasil. Quadros especiais destacam as letras mais requintadas, inovadoras ou significativas, as entrevistas históricas e os espaços dedicados ao samba em todo o país.

Domingo, às 12h, e quinta, à 0h