Rádio Câmara

Salão Verde

Brumadinho e Mariana: pesadelos sem fim

Brumadinho e Mariana: pesadelos sem fim

14/02/2022 - 12h00

  • Brumadinho e Mariana: pesadelos sem fim

Seis anos depois do crime socioambiental de Mariana e três anos após o de Brumadinho, as bacias dos rios Doce e Paraopeba, ainda assoreadas por rejeitos de minério de ferro, acabaram de receber um volume de chuva muito acima do normal. As enchentes de janeiro reacenderam pesadelos de rompimentos de barragens, contaminações por lamas tóxicas e novas perdas e danos. Para algumas entidades socioambientais, a situação atual é de “crime continuado”, diante de impunidade judicial e inércia na reparação das tragédias de 2015 e 2019, que, juntas, provocaram quase 300 mortes. Salão Verde traz o drama das populações ribeirinhas de Minas Gerais e Espírito Santo e ainda destaca a tentativa de repactuação de acordos não cumpridos pelas mineradoras para reparar danos sociais, econômicos e ambientais. O quadro GeoLógicas explica o que provocou o grande volume de chuva em janeiro, na maior parte do país. Só Brumadinho teve 400 mm de precipitação acima da média mensal. (Foto: Prefeitura de Brumadinho-MG)

Pontos de vista nesta edição: Alexandra Costa, presidente da Associação dos Familiares de Vítimas e Atingidos do Rompimento da Barragem da Mina do Córrego do Feijão/Brumadinho (Avabrum); Pedro Aguiar, assessor do Instituto Socioambiental Guaicuy; Cacilda Noho, líder de aldeia indígena Pataxó às margens do rio Paraopeba; Silas Fialho, líder comunitário do Parque da Cachoeira, em Brumadinho; Marcus Barbosa, integrante do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB); Luiz Fernando Bandeira de Mello, representante do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na repactuação do Acordo de Mariana; Carlos Bruno da Silva, procurador da República em Minas Gerais e integrante da força-tarefa ambiental do rio Doce; Rafael Mello Portella, da Defensoria Pública do Espírito Santo; Thales Cavalcanti Coelho, procurador dos direitos do cidadão no Ministério Público Federal; e Isis Táboas, advogada da Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social de Minas Gerais (AEDAS). Deputados: Rogério Correia (PT-MG), coordenador da Comissão Externa da Câmara sobre o Rompimento da Barragem do Fundão/Mariana; e Subtenente Gonzaga (PDT-MG), integrante da mesma comissão.

Produção - Lucélia Cristina
Edição e apresentação - José Carlos Oliveira

Semanalmente, o programa traz conteúdo variado de entrevistas, matérias especiais e debates que aprofundam temas sobre a sustentabilidade no Brasil e no mundo. Quadros especiais destacam dicas para um meio ambiente equilibrado e novidades científicas sobre a dinâmica do planeta e da natureza.

Em 4 horários: segunda, 12h; terça, 6h; sexta, 12h; e domingo, 10h.