Rádio Câmara

Salão Verde

24 milhões de árvores em Itaipu

24 milhões de árvores em Itaipu

13/12/2021 - 12h00

  • 24 milhões de árvores em Itaipu

Itaipu Binacional chegou à marca de 24 milhões de árvores de Mata Atlântica plantadas no entorno de uma das maiores hidrelétricas do mundo, instalada no rio Paraná. A ação faz parte das várias compensações voluntárias pelo grande impacto ambiental da usina. O programa Salão Verde foi convidado a conhecer como Itaipu atingiu essa marca histórica. A restauração florestal começou em 1979, amadureceu ao longo de quatro décadas e envolve o alargamento da mata ciliar, a manutenção de refúgios biológicos já reconhecidos pela Unesco como Reserva da Biosfera da Mata Atlântica e as parcerias com a sociedade civil e o poder público. Itaipu preserva 100 mil hectares de florestas na fronteira entre Brasil e Paraguai e foi responsável por 28% da restauração florestal do estado do Paraná nos últimos 30 anos. Essa pegada “socioambiental” é mais um dos exemplos que Salão Verde destaca nesta “década da restauração dos ecossistemas”, instituída pela ONU e com metas de reflorestamento e de regeneração do habitat natural das espécies até 2030.

Fotos - Sara Cheida e Jarbas Teixeira/Itaipu

Pontos de vista nesta edição. Itaipu: Luiz Felipe Carbonell, diretor de coordenação; Ariel Scheffer, superintendente de gestão ambiental; Veridiana Pereira, engenheira florestal; e Jarbas Teixeira, gestor de áreas protegidas. Sociedade civil: José Rodrigues, pescador, e Giovanna Machado, dona da RPPN Santa Maria. Deputados: Rodrigo Agostinho (PSB-SP), coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista, e Paulo Eduardo Martins (PSC-PR), integrante da Frente Parlamentar de Estímulos Econômicos para a Preservação Ambiental.

Produção - Lucélia Cristina
Edição e apresentação - José Carlos Oliveira

Semanalmente, o programa traz conteúdo variado de entrevistas, matérias especiais e debates que aprofundam temas sobre a sustentabilidade no Brasil e no mundo. Quadros especiais destacam dicas para um meio ambiente equilibrado e novidades científicas sobre a dinâmica do planeta e da natureza.

Em 4 horários: segunda, 12h; terça, 6h; sexta, 12h; e domingo, 10h.