Rádio Câmara

Samba da Minha Terra

Tentações do samba

Tentações do samba

11/07/2021 - 12h00

  • Tentações do samba - versão em bloco único

  • Tentações do samba - Bloco 1

  • Tentações do samba - Bloco 2

Cronistas e poetas do samba sempre fizeram questão de registrar em suas composições a magia, o vício, a febre... que o ritmo provoca na gente. Um deles contou que o samba “embriaga os sentidos” e que sua “estrutura dolente é uma sedução”. Outro confessou que é impossível resistir a um “samba dolente que mexe com a gente, fazendo endoidecer”. E completou: “é um tal de me pega e me solta: me deixa sambar até morrer”. Pois Samba da Minha Terra reuniu algumas das tentações provocadas pelos poderes mágicos de batuques e melodias dolentes e contagiantes. É um convite para lavar a alma e renovar as energias.

MÚSICAS

Apoteose ao samba (Silas de Oliveira e Mário Décio), com Jamelão
Samba de arerê (Arlindo Cruz, Mauro Jr. e Xande de Pilares), com Beth Carvalho
O homem falou (Gonzaguinha), com Maria Rita
Vem sambar (Agrião e Fred Camacho), com Ana Costa
Ah, se eu vou (Roque Ferreira), com Roberta Sá
Festa da vida (Leandro Fregonesi), com Renata Jambeiro
Isso é que é viver (Pixinguinha e Hermínio Bello de Carvalho), com Elizeth Cardoso
Pé do meu samba (Caetano Veloso), com Mart’nália
O samba é meu dom (Wilson das Neves e Paulo César Pinheiro), com Fabiana Cozza
Viver (Candeia), com Teresa Cristina
Partido Clementina de Jesus (Candeia), com Clementina de Jesus e Clara Nunes
Se é pecado sambar (Manoel Santana), com Elton Medeiros e Mariana de Moraes
Mexe-mexe (Otacílio de Jesus e Ciro), com Marlene e Bloco Bafo da Onça
Festa profana (Bujão, Franco e J. Brito), com União da Ilha (1989)
Samba de terreiro (Roque Ferreira),com Mariene de Castro
Quem canta seus males espanta (Itamar Assunção), com Zélia Duncan
Vem sambar (Roberto Lopes, Adilson Gavião e Bira Presidente), com Beth Carvalho
Quebranto (Zé Luiz e Alfredo Del Penho), com Pedro Miranda e Grupo Semente

Sonoplastia - Tony Ribeiro
Apresentação e pesquisa - José Carlos Oliveira

Acompanhe a riqueza poética e melódica do ritmo mais popular do Brasil. Quadros especiais destacam as letras mais requintadas, inovadoras ou significativas, as entrevistas históricas e os espaços dedicados ao samba em todo o país.

Domingo, às 12h, e quinta, à 0h