Rádio Câmara

Painel Eletrônico

Dep. Camilo Capiberibe: impactos do apagão energético no Amapá

23/11/2020 - 09h35

Projeto do deputado Camilo Capiberibe (PSB-AP) prevê a instituição de mecanismos legais para a demissão de direções de agências reguladoras em casos de omissão.

O deputado explica que o apagão energético no Amapá demonstrou que a diretoria da Aneel, a Agência Nacional de Energia Elétrica, deveria ter supervisionado a infraestrutura de distribuição de eletricidade no Amapá para evitar a queda no sistema e, imediatamente após o ocorrido, deveria adotar um plano emergencial de restabelecimento do serviço, atualmente a cargo de uma empresa privada.

O apagão no estado já dura 20 dias, afetando cerca de 765 mil pessoas e toda a economia local. O parlamentar informa que, nas 93 horas seguidas sem energia verificadas no primeiro momento do incidente, os amapaenses ficaram sem energia, água, internet e telefonia, e principalmente os pequenos comerciantes tiveram perdas de estoque, no caso de alimentos perecíveis, ou no movimento de vendas, pela impossibilidade de abrirem suas empresas.

Segundo o congressista, as medidas adotadas pelo governo federal, inclusive com a presença no estado do presidente Jair Bolsonaro para inaugurar uma termelétrica, não são suficientes para garantir a segurança energética no Amapá, que está sendo restabelecida graças ao trabalho da companhia estatal Eletronorte. Camilo Capiberibe explica que as quatro hidrelétricas instaladas no estado têm capacidade para gerar mil megawatts, mas três quartos desse total abastecem outras regiões.

Apresentação – Marcio Achilles Sardi 

Acompanhe esse e outros programas da Rádio Câmara pelo Twitter e pelo Facebook

Programa ao vivo com reportagens, entrevistas sobre temas relacionados à Câmara dos Deputados, e o que vai ser destaque durante a semana.

De segunda a sexta, às 8h, ao vivo