Esquina do Jazz

Spyro Gyra "distorce" antigos hits em Vinyl Tap

Estreia: 30/11/2019 - 22:00

  • Spyro Gyra "distorce" antigos hits em Vinyl Tap (Bloco 1)

  • Spyro Gyra "distorce" antigos hits em Vinyl Tap (Bloco 2)

Divulgação
O quinteto Spyro Gyra

Em seu 31º álbum, Vinyl Tap [2019], a banda de jazz novaiorquina Spyro Gyra organizou uma coleção de músicas que seus integrantes ouviram em vinil durante a juventude e as colocaram num processo que eles chamam de "distorção":  hits clássicos do rock e jazz ganharam nova roupagem, com novos ritmos, texturas e tons. O grupo também adicionou às músicas extensões e solos. Esse processo de distorção chega às vezes ao extremo, tornando algumas músicas quase irreconhecíveis em sua forma original.

O Spyro Gyra é formado pelo saxofonista Jay Beckenstein , o tecladista Tom Schuman , o guitarrista Julio Fernandez , o baixista Scott Ambush e o baterista Lionel Cordew. A grande variedade de idades do grupo parece explicar a grande variedade de músicas selecionadas para “deformar” os antigos hits. Estilisticamente, o quinteto conserva o jazz fusion como estrutura de base para transitar em vários gêneros como o R&B, o pop, o rock, a música latina e o country.


Apresentação André Amaro

Uma viagem pela história, pelos estilos e pelas personalidades do jazz, a forma mais universal da música negra

Sábado, às 22h, e quarta, à 0h

facebook twitter spotify podcasts apple rss