Paralelo 15

Profissão de Urubu brinca com as dualidades no novo disco “Na Sombra”

Estreia: 16/02/2019

  • Profissão de Urubu brinca com as dualidades no novo disco “Na Sombra” (bloco 1)

  • Profissão de Urubu brinca com as dualidades no novo disco “Na Sombra” (bloco 2)

arte de Camila Maia Gurgel
Profissão de Urubu - álbum
Capa do álbum "Na Sombra"

Tom Jobim é uma inspiração tão grande para esses músicos, que veio de um antigo áudio o inusitado nome da banda: Profissão de Urubu. “É o claro e o escuro, é profissão de urubu ser alegre e tristonho, é destino”, disse o maestro soberano a Chico Buarque, em relato registrado em uma biografia de Tom.

O grupo acaba de lançar seu segundo álbum, "Na Sombra", com 12 faixas intimistas, de letras cuidadosas e belas melodias, que transitam justamente nesse espaço citado por Tom Jobim: o claro e o escuro, o alegre e triste ao mesmo tempo.

O Paralelo 15 recebeu três integrantes da banda: Bruno Jefter (violão, guitarra, teclado, voz), Paulo Mello (guitarra e voz) e Pedro Araújo (guitarra), que falaram sobre esse trabalho, fruto de uma bem sucedida campanha de financiamento coletivo.

Edição e apresentação - Mônica Montenegro

Sábado, às 16h, e segunda, à 0h

facebook twitter rss