Fator de Risco

Interferências na avaliação de pacientes com demência

Estreia: 09/08/2017

  • Interferências na avaliação de pacientes com demência

A diferença de níveis de educação ou da base cultural pode interferir no processo de avaliação de um paciente com demência ou com declínio cognitivo leve?

Pode, sim. Pelo menos, essa é a conclusão de estudo apresentado pela professora Letícia Lessa Mansur, fonoaudióloga e professora do Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da USP, durante o 14º Congresso Mundial sobre Cérebro, Comportamento e Emoções realizado em junho de 2017 em Porto Alegre.

Apresentação - Humberto Martins

Dicas de profissionais da área de saúde sobre doenças, tratamentos e formas de prevenção.

Sexta, às 17h, e segunda, às 10h

facebook twitter spotify podcasts apple rss

Todas as Edições