Rádio Câmara

Minuto da Economia

INSS cancela mais de 8 mil benefícios

  • INSS cancela mais de 8 mil benefícios (bloco 1)

  • Carência para benefício previdenciário aumenta com MP 739 (bloco 2)

  • Auxílio-doença terá que ter prazo de concessão (bloco 3)

  • Condomínios só podem adotar punições pecuniárias (bloco 4)

  • Multa para uso de celular no carro passa a ser gravíssima (bloco 5)

  • Farol desligado terá multa se rodovia estiver sinalizada (bloco 6)

  • Som alto pode gerar multa de trânsito (bloco 7)

  • Supremo rejeita desaposentação (bloco 8)

  • Tarifa DDD mais barata (bloco 9)

  • Pimentão e morango podem ter agrotóxicos (bloco 10)

O processo de revisão de benefícios de auxílio-doença no INSS resultou no cancelamento de mais de 8 mil benefícios. A Medida Provisória 739, que instituiu o processo de revisão, deve perder a validade, mas o governo quer reeditar as mudanças por meio de projeto de lei.

Em setembro, o INSS começou a enviar cartas para os segurados com até 45 anos de idade que recebiam auxílio-doença para que eles realizassem nova perícia médica.

Segundo o INSS, os benefícios estão sendo revistos por irregularidades na concessão. Mais de 3 mil benefícios foram cancelados porque os segurados perderam o prazo de cinco dias para marcar a revisão.

Outros 3 mil e 500 segurados estavam sendo convocados por edital porque não foram encontrados pelos correios. Com a perda de validade da MP, o segurado deve ficar atento para novas instruções do INSS.

Apresentação - Silvia Mugnatto

Em um minuto, dicas sobre direitos do consumidor, pagamento de impostos e investimentos.

Diariamente, ao longo da programação