Rádio Câmara

Reportagem Especial

Proteção de Dados Pessoais: o repasse de informações sem autorização do cliente

  • Proteção de Dados Pessoais: o repasse de informações sem autorização do cliente (bloco 1)

  • Proteção de Dados Pessoais: projetos em análise limitam uso e compartilhamento de informações pessoais (bloco 2)

  • Proteção de Dados Pessoais: o que pode ser feito com as informações colhidas durante jogos como Pokémon Go? (bloco 3)

  • Proteção de Dados Pessoais: a coleta e o uso de informações pelo governo (bloco 4)

  • Proteção de Dados Pessoais: as bases de dados do governo e o cuidado com as informações privadas (bloco 5)

O empresário Samuel Ninaut faz compras pela internet há muito tempo. É verdade que ele já usou mais a rede para consumir. Reduziu as compras virtuais quando percebeu que cada vez que fazia o cadastro em um determinado estabelecimento, seus dados eram repassados para outras lojas, sem que Samuel tivesse dado autorização para isto.

Samuel Ninaut: “Hoje eu tenho até receio de passar meu e-mail. É comum, na minha caixa de entrada, ter vários e-mails, de lojas. Você vai fazer alguma compra pela internet e acaba que, do nada, você começa a receber um monte de propostas de produtos relacionados.”

Para diminuir a invasão de spams em seu computador, Samuel mudou de hábitos.

Samuel Ninaut: “Toda vez que eu ia usar algum aplicativo, e ele tinha aquela opção de ‘logar’ com Facebook, eu fazia isso com uma frequência. Hoje, eu não faço mais. Porque eu percebo que depois que eu comecei com essa opção de ‘logar’ com o Facebook, de certa forma, esses aplicativos tinham acesso a todas as minhas informações. Então, eu percebi que no decorrer do tempo eu estava sendo ainda mais incomodado, com mais anúncios, com mais mensagens.”

Você já recebeu alguma mensagem no seu celular avisando sobre a nova coleção ou a liquidação em uma loja em que você nunca tinha entrado? É que quando você faz o cadastro em uma loja ou banco, não há nenhuma garantia de que eles ficarão somente ali. Muitos estabelecimentos vendem listas com dados de seus clientes. O desempregado Victor Ferreira já passou por essa situação:

Victor Ferreira: “Direto eu recebo mensagem pelo celular, de operadoras de banda larga, de televisão.”

A estudante Letícia Fernandes Rodrigues também se sente incomodada com o assédio comercial:

Letícia Fernandes Rodrigues: “Às vezes você acaba cadastrando em um site e acaba recebendo de outros sites que você não teve nenhum contato.”

O aposentado Francisco de Assis Souto Carvalho também reclama:

Francisco de Assis Souto Carvalho: “Eu acho que é uma invasão de privacidade.”

O editor de vídeo Jeferson Carvalho defende que a lei obrigue que eles sejam consultados antes de seus dados serem usados.

Jeferson Carvalho: “São os meus dados, então, tem que ter minha permissão para tudo.”

O estudante Daniel Barroso Lima concorda:

Daniel Barroso Lima: “Eu gosto, sim, quando sou consultado, porque eu tenho maior controle sobre os meus dados.”

A arquiteta Sandra Poletto também é favorável ao controle.

Sandra Poletto: “Eu acho que tudo o que a gente pode aprovar no Brasil de regulamento, de forma de controle, é interessante.”

Uma comissão especial da Câmara analisa projetos de lei que limitam o uso e o compartilhamento dos seus dados pelas empresas.

Empresários concordam: está mais do que na hora de aprovar uma lei para proteger os dados individuais. Ouça, no segundo capítulo da Reportagem Especial

Reportagem – Mariana Monteiro Produção – Cláudia Lemos Edição – Mauro Ceccherini Trabalhos Técnicos – Marinho Magalhães e Ribamar de Carvalho

A abordagem em profundidade de temas relacionados ao dia a dia da sociedade e do Congresso Nacional.

De segunda a sexta, às 3h, 7h40 - dentro do programa Painel Eletrônico - e 23h

facebook twitter spotify podcasts apple rss

Todas as Edições