Com a Palavra

“Distritão” pode dificultar renovação do Parlamento, diz deputado

Publicação: 25/05/2015 - 10:30

  • “Distritão” pode dificultar renovação do Parlamento, diz deputado

A Comissão Especial da Reforma Política começa hoje (25) a votação do relatório do deputado Marcelo Castro, do PMDB do Piauí. A expectativa é de que a matéria seja colocada em votação amanhã (26) à noite pelo Plenário da Câmara.

O texto tem como um dos pontos mais importantes a criação do sistema de voto majoritário para a Câmara – o chamado “distritão” – onde são considerados eleitos os candidatos mais votados em estados e municípios, independente dos votos do partido e coligações, como ocorre hoje no voto proporcional.

O deputado Esperidião Amim, do PP de Santa Catarina, que foi o relator da proposta na Comissão de Constituição e Justiça, esteve Com a Palavra nesta segunda-feira para comentar pontos do parecer da Comissão Especial da Reforma Política.

Segundo o deputado, pela complexidade do assunto, a proposta ainda não tem consenso nem entre parlamentares do mesmo partido. Esperidião Amim é contra o “distritão” como sistema eleitoral, mas acredita que ele possa contribuir para combater a corrupção. O defeito do “distritão”, segundo o deputado, é a personalização do voto e a possibilidade de dificultar a renovação maior no Parlamento brasileiro. Esperidião Amim defende o sistema proporcional de eleição sem coligações partidárias, ou com cláusulas de barreira, já aceito pelo Supremo Tribunal Federal.

Apresentação – Elisabel Ferriche e Lincoln Macário

Programa ao vivo com reportagens, entrevistas sobre temas relacionados à Câmara dos Deputados, e o que vai ser destaque durante a semana.

facebook twitter rss

Todas as Edições