Rádio Câmara

Palavra de Especialista

O perigoso hábito da automedicação

  • O perigoso hábito da automedicação

Se alguém te oferecesse uma caixa de remédio no meio da rua, o que você faria? Aceitaria o medicamento e seguiria em frente, sem nem perguntar para que ele serve ou pelo menos teria curiosidade para saber a finalidade do produto? Pois a grande maioria, 85% das quatro mil pessoas que receberam um medicamento fictício distribuído em 2014 em plena Avenida Paulista, São Paulo, pegou o brinde sem perguntar nada e foi embora!
Fotolia
medicamentos genéricos, remédio, drogas farmacêuticas, suplementos alimentares

O Palavra de Especialista vai discutir esse comportamento com a farmacêutica Josélia Frade, assessora técnica do Conselho Federal de Farmácia, que realizou esse estudo.

Apresentação - Fabiana Melo

Semanalmente, um repórter conversa com um especialista sobre os mais variados temas.

MAIS CONTEÚDO SOBRE