Com a Palavra

Momento O Eco: montadoras querem que governo mantenha descontos do IPI em 2015

Publicação: 10/11/2014 - 13:54

  • Momento O Eco: montadoras querem que governo mantenha descontos do IPI em 2015

Em um primeiro evento público na indústria automotiva, após a reeleição de Dilma Rousseff, os presidentes das principais montadoras fizeram cobranças públicas para o governo federal. Eles querem que a presidenta mantenha as taxas de descontos do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) para o setor em 2015 e ainda tome novas medidas para incentivar mais o consumo de carros.

Entre as propostas defendidas para tentar manter em alta a produção e comercialização está a concessão de créditos para a aquisição de veículos novos. As declarações foram feitas durante coletivas de imprensa na apresentação de lançamentos do Salão de Automóveis, aberto para o público na semana passada.

Em meio a congestionamentos cada vez mais intensos, o pacote de benefícios defendidos pelas montadoras têm recebido críticas em redes sociais e já foi chamada até de “Bolsa Trânsito”.

O impacto no meio ambiente urbano do aumento da frota preocupa e um contexto de piora da qualidade do ar nas metrópoles brasileiras. Em São Paulo, de acordo com o recém-divulgado relatório de emissões veiculares de 2013, da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), o padrão estadual de qualidade do ar para ozônio foi ultrapassado em 13 dias em 2013.

Mesmo com inovações tecnológicas e renovação da frota, as emissões seguem altas. Entre os principais problemas, está a emissão de gás de efeito estufa, que tem aumentado de forma sistemática.

Ainda que os fatores de emissão dos veículos novos estejam decrescendo, o aumento da frota de veículos e os congestionamentos das vias comprometem os ganhos obtidos com os avanços tecnológicos, aponta o documento.

Não é a primeira vez que os empresários se articulam para prolongar descontos de impostos. Em junho, representantes do setor pressionaram e conseguiram adiar para o fim do ano o aumento gradual de taxas e do IPI, inicialmente previstas para 1º de julho.

A discussão é complexa porque trazem impactos na política de redução de IPI condicionantes para modernizar a produção de modo a melhorar a eficiência energética de novos veículos, o que ajuda a reduzir a poluição.

Apresentação – Daniel Santini

Programa ao vivo com reportagens, entrevistas sobre temas relacionados à Câmara dos Deputados, e o que vai ser destaque durante a semana.

facebook twitter rss

Todas as Edições