Rádio Câmara

Com a Palavra

Denúncias de preconceito nas redes sociais cresceram 342% nas eleições

  • Denúncias de preconceito nas redes sociais cresceram 342% nas eleições

As denúncias de preconceito nas redes sociais cresceram 342% no segundo turno das eleições presidenciais, em relação ao primeiro turno, aponta levantamento da ONG Safernet Brasil.

Pela pesquisa da organização, somente no domingo passado, 305 novas páginas foram criadas para, supostamente, promover o ódio e a discriminação. No dia 5 de outubro, data do primeiro turno, haviam sido criadas 69. Os nordestinos foram o alvo preferido das mensagens preconceituosas, seguidos dos paulistas, que também não ficaram imunes às ofensas.

Com a popularização do acesso à internet, a falsa sensação de anonimato estimula internautas a publicarem conteúdo ofensivo de todo o tipo. As ofensas são dirigidas a figuras públicas, artistas, instituições privadas, grupos étnicos, religiosos, entre outros.

Para analisar esse preocupante cenário, o Com a Palavra... entrevistou o titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática do Rio de Janeiro, Alessandro Thiers. O delegado destacou que tudo o que ocorre no mundo virtual tem consequências no mundo real, e que a polícia do Rio de Janeiro está preparada para rastrear os crimes da Internet, que podem prender os criminosos por até quatro anos.

Apresentação – Elisabel Ferriche e Lincoln Macário

Programa ao vivo com reportagens, entrevistas sobre temas relacionados à Câmara dos Deputados, e o que vai ser destaque durante a semana.