Rádio Câmara

Com a Palavra

Sonegação fiscal pode ser reduzida com eficiência do sistema da Fazenda, defende procurador

  • Sonegação fiscal pode ser reduzida com eficiência do sistema da Fazenda, defende procurador

A sonegação de impostos no Brasil, de primeiro de janeiro até hoje, atinge a marca de 400 bilhões de reais.
Este número é medido pelo Sonegômetro, placar eletrônico criado, em 2012, pelo Sindicado Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz), para alertar a população sobre a elevada sonegação fiscal no País.

Em 2013, o contador fechou o ano marcando uma perda de R$ 415 bilhões para os cofres públicos. Mas, até o final de 2014, o valor com impostos sonegados pode ultrapassar R$ 500 bilhões.

O painel eletrônico com a sonegação fiscal brasileira está desde quarta (15), em frente ao Congresso Nacional. Esta é a sexta vez que o Sonegômetro vai ser instalado em Brasília.

O presidente do Sinprofaz, Heráclio Camargo informa que boa parte dessa sonegação vem dos grandes conglomerados. “Pelo menos 80% vêm de grandes vendedores que usam sofisticados mecanismos de lavagem de dinheiro e de sonegação”.

Ele diz que a Procuradoria da Fazenda Nacional funciona hoje com um quadro insuficiente de procuradores e de servidores de apoio. “O órgão precisa ser estruturado para que tenhamos condições de cruzar as informações e consigamos chegar a esses grandes sonegadores que estão diretamente imbricados com a corrupção”, comenta.

Confira a entrevista com presidente do Sinprofaz, Heráclio Camargo.

Apresentação: Elisabel Ferriche e Lincoln Macário

Programa ao vivo com reportagens, entrevistas sobre temas relacionados à Câmara dos Deputados, e o que vai ser destaque durante a semana.

facebook twitter rss