Rádio Câmara

Com a Palavra

Abraceel defende mercado livre para baratear energia ao consumidor

14/10/2014 - 09h34

  • Abraceel defende mercado livre para baratear energia ao consumidor

A energia no Brasil é uma das mais caras do mundo e a tendência é de que o preço aumente ainda mais no próximo ano.

O governo já admitiu que vai fazer reajustes nas contas de luz para reduzir a necessidade de injeção de recursos do tesouro nacional nas empresas do setor. Com isso, o consumidor brasileiro poderá amargar um aumento na tarifa de energia de até 30 por cento em 2015.

Segundo o presidente da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), Reginaldo Medeiros a carga tributária seria uma das razões que encarecem a energia elétrica. "50% do que é pago são impostos que incidem sobre as taxas", diz.

Na opinião de especialistas, o mercado livre de energia pode ser uma solução para baratear o custo da eletricidade do Brasil.

Motivada pela economia no bolso do consumidor, a Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), composta por mais de 60 empresas e organizações de todo o País, lançou uma campanha para que consumidores residenciais migrem para o mercado livre de energia.

Na avaliação do presidente da Abraceel, Reginaldo Medeiros, dar a liberdade de escolha ao consumidor residencial seria uma medida importante para baratear o preço da energia de forma permanente. "Tecnicamente não existem impedimentos para que o consumidor faça essa escolha, mas falta vontade política para dar essa liberdade ao consumidor".

Confira a entrevista com o presidente da Abraceel, Reginaldo Medeiros. 

Apresentação: Elisabel Ferriche e Lincoln Macário

Programa ao vivo com reportagens, entrevistas sobre temas relacionados à Câmara dos Deputados, e o que vai ser destaque durante a semana.