Com a Palavra

Candidatos apostam no rádio e na TV para conquistar votos dos eleitores

Publicação: 19/08/2014 - 09:51

  • Candidatos apostam no rádio e na TV para conquistar votos dos eleitores

Divulgação/Tribunal Superior Eleitoral
Política - Eleições - Propaganda eleitoral na TV

Em meio à perplexidade da morte precoce do presidenciável Eduardo Campos, do PSB, a partir de hoje os eleitores vão ter a companhia, no rádio e na TV, dos candidatos às eleições de outubro.

O horário eleitoral gratuito já começou, na manhã desta terça, com a veiculação dos programas políticos no rádio. À noite, vai ser a vez da veiculação das propostas na televisão.

Apesar de a propaganda nas ruas e na internet estar liberada desde o dia 6 de junho, a principal aposta dos partidos para ganhar o voto do eleitor é mesmo o horário eleitoral gratuito.

Mas qual é o impacto das propagandas nas ondas do rádio ou na telinha? O eleitor poderá se decidir, reafirmar ou mesmo trocar de candidato?

Quem nos ajuda a entender o poder do palanque eletrônico é o cientista político Cristiano Noronha. Para ele, a propaganda eleitoral é uma boa oportunidade dos candidatos se apresentarem, já que pesquisa Ibope indica que 26% do eleitorado afirmam que a propaganda ajuda na decisão na hora do voto.

Noronha também comenta a última pesquisa Ibope para a Presidência da República, em que Marina Silva subiu 13 pontos, ficando em segundo lugar nas intenções de voto. Ele acredita que esses números poderão se manter, mas que a escolha do vice de Marina será decisiva para uma vitória. Na opinião do cientista político, o vice deve agregar estrutura partidária, ter peso regional e quebrar resistências, principalmente no meio dos empresários do agronegócio.

Apresentação - Lincoln Macário e Elisabel Ferriche

Programa ao vivo com reportagens, entrevistas sobre temas relacionados à Câmara dos Deputados, e o que vai ser destaque durante a semana.

facebook twitter rss

Todas as Edições