Com a Palavra

Diretor do Conselho de Medicina esclarece como deve ser relação entre médicos e indústria farmacêutica

Publicação: 19/12/2013 - 10:05

  • Diretor do Conselho de Medicina esclarece como deve ser relação entre médicos e indústria farmacêutica

 A decisão inédita de uma das maiores empresas farmacêuticas do mundo, a Glaxo Smith Kline, a GSK, de não mais pagar médicos para que promovam seus produtos, em palestras e conferências, trouxe luz essa antiga e questionável prática.

A medida já está valendo nos Estados Unidos e vai se entender para outros países, inclusive o Brasil. O anúncio foi feito em meio ao escândalo de subornos, na China. A britânica GKS foi acusada de pagar quase quinhentos milhões de dólares para que agências de viagens facilitassem o aliciamento de profissionais de saúde.

Por aqui, apesar do novo Código de Ética Médica, em vigor desde 2010, proibir essa prática, o conflito de interesse ainda persiste. E para repercutir a decisão da GKS, o programa Com a Palavra ouviu o diretor de fiscalização do conselho federal de medicina (CFM), Emmanoel Fortes.

Apresentação: Lincoln Macário e Elisabel Ferriche

Programa ao vivo com reportagens, entrevistas sobre temas relacionados à Câmara dos Deputados, e o que vai ser destaque durante a semana.

facebook twitter rss

Todas as Edições