Rádio Câmara

Palavra de Especialista

Pesquisa avalia a mobilidade urbana nas principais cidades do país

  • Pesquisa avalia a mobilidade urbana nas principais cidades do país (bloco 1)

  • Pesquisa avalia a mobilidade urbana nas principais cidades do país (bloco 2)

O programa Palavra de Especialista desta quarta-feira discute mobilidade urbana. O convidado desta edição é o jornalista Marcos de Sousa, editor do Portal Mobilize (www.mobilize.org.br), que realizou uma série de pesquisas sobre o tema nas principais cidades do país. Os estudos analisaram a estrutura do transporte urbano – incluindo ciclovias, metrô, ônibus e carros –, o índice de acidentes de trânsito e a acessibilidade de ruas e calçadas, para avaliar se o direito de ir e vir do cidadão está sendo respeitado. 

Na pesquisa sobre calçadas, a nota média nacional é de 3,55, número muito baixo, já que a nota mínima para uma calçada de qualidade aceitável seria 8, segundo os critérios estabelecidos pelo Mobilize. Apenas 6,57% dos locais avaliados obtiveram nota acima desse indicador mínimo. E 70,18% das localidades avaliadas – 228, no total, em 39 cidades – obtiveram médias abaixo de 5.

Um dos estudos também constata que o preço das tarifas dos metrôs do Rio e de São Paulo estão entre as mais caras do mundo. Embora sejam mais baratas do que as de cidades europeias com Paris e Madri, e ainda abaixo das tarifas cobradas em Nova Iorque e Tóquio. Andar de metrô nestas duas cidades brasileiras custa mais caro do que em Santiago, no Chile, ou em Buenos Aires, na Argentina.

Já sobre o índice de mortes em acidentes de trânsito, a liderança ficou com Brasília, com a marca de 18 mortes por ano por grupo de 100 mil habitantes. São Paulo ficou em segundo lugar (12,1). Curitiba (5,2) e Rio de Janeiro (5,4) obtiveram as melhores marcas neste triste quesito.

Apresentação Inimá Simões

Semanalmente, um repórter conversa com um especialista sobre os mais variados temas.

facebook twitter rss