Com a Palavra

MP dos Portos: procurador fala dos riscos da terceirização de serviços em terminais

Publicação: 07/03/2013 - 10:28

  • MP dos Portos: procurador fala dos riscos da terceirização de serviços em terminais

A manutenção da guarda portuária e da contratação de trabalhadores para o setor por meio somente dos órgãos gestores de mão de obra  são consideradas as principais mudanças à MP dos Portos. Essas mudanças são defendidas pelo Ministério Público do Trabalho e fazem parte de um relatório que foi entregue aos parlamentares nesta semana. O texto original do Executivo prevê a terceirização do serviço de segurança nos terminais privados e tira a exclusividade da contratação nesses portos das mãos dos órgãos gestores de mão de obra. Para o Ministério Público do Trabalho, essas modificações são arriscadas. Quem fala sobre esses riscos é o Coordenador Nacional do Trabalho Aquaviário do Ministério Público, o procurador Maurício Coentro.

Apresentação: Lincoln Macário e Danielle Popov

Programa ao vivo com reportagens, entrevistas sobre temas relacionados à Câmara dos Deputados, e o que vai ser destaque durante a semana.

facebook twitter rss

Todas as Edições