Rádio Câmara

Reportagem Especial

Reprise - Especial Reciclagem 1 - Importância da reciclagem (04'55")

  • Reprise - Especial Reciclagem 1 - Importância da reciclagem (04'55")

ALGUMAS INICIATIVAS SÃO INDIVIDUAIS, OUTRAS COLETIVAS, MAS O IMPORTANTE MESMO É QUE ESSAS EXPERIÊNCIAS COMEÇAM A SE DIFUNDIR PELO PAÍS INTEIRO.

MUITOS DAQUELES QUE JÁ FORAM CHAMADOS DE "ECO-CHATOS" OU EXAGERADOS SÃO AGORA ELOGIADOS POR ATITUDES ECOLÓGICAS SIMPLES QUE PODEM REPRESENTAR MUITO NA SOBREVIVÊNCIA DO PLANETA E DA HUMANIDADE. MAS, ANTES DE CONHECER OS DETALHES DESSAS INICIATIVAS, NESTA PRIMEIRA MATÉRIA VAMOS FAZER UMA REFLEXÃO SOBRE O NÍVEL DE CONSCIENTIZAÇÃO DO BRASILEIRO SOBRE A IMPORTÂNCIA DA RECICLAGEM.

Mudanças climáticas, aquecimento global, tsunamis, secas e enchentes incontroláveis têm feito o mundo encarar, na marra, os problemas ambientais com mais seriedade, em busca de soluções urgentes. Na macropolítica, os governos se esforçam em construir acordos internacionais que garantam o desenvolvimento sustentável, ou seja, o convívio responsável e equilibrado entre crescimento econômico e preservação do meio ambiente. A iniciativa privada também aprimora conceitos de responsabilidade ambiental nas empresas. E o cidadão comum? O que cada um de nós está fazendo, no dia-a-dia, para evitar a deterioração ecológica do planeta?

Maria das Graças Marçal cata lixo nas ruas de Belo Horizonte desde criança. Depois de sofrer com o descaso e a perseguição das autoridades, ela hoje comemora a parceria com órgãos públicos e empresas privadas na coleta seletiva de 450 toneladas de lixo por mês. Desse amontoado de entulhos, sai a matéria-prima para as oficinas de papelaria, corte e costura, metal, bijuterias e artigos para teatro e carnaval. A Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Material Reaproveitável, mais conhecida como Asmare, tem até um espaço cultural, na capital mineira, onde mostra, de maneira lúdica, as possibilidades de reaproveitamento do lixo. No entanto, Maria das Graças Marçal afirma que o caminho para a plena conscientização da população ainda é longo.

"Eu comecei a catar lixo com oito anos. Eu acho que tem que conscientizar mais a população porque a população tem uma visão muito de lixo do que, na verdade, não é lixo. A gente está sempre conscientizando, mas ainda falta muito para a pessoa se conscientizar do que é lixo e o que não é lixo. Porque na verdade, nada é lixo. Lixo é só resto de comida e papel higiênico, né."

MÚSICA
Vira Lixo c/ Ceumar
"Tudo vira lixo
Tudo pode virar lixo
Carta de amor vira lixo
Conta pra pagar vira lixo
Seja como for tudo pode virar lixo
Namorado, gato, tio
Até seu pavio
Também pode virar lixo

Mudar o costume da população de jogar tudo no lixo é o grande desafio para aqueles diretamente envolvidos em ações de reciclagem. O trabalho de conscientização é baseado no Princípio dos 3Rs: Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Essas idéias de gerenciamento de resíduos sólidos ganharam força após a Conferência Mundial do Meio Ambiente, a Rio-92. A idéia é reduzir o uso de materiais a serem descartados, reutilizar os produtos o máximo possível e reciclá-los, fazendo com que tais produtos retornem à cadeia produtiva. A estratégia consiste em promover, ao mesmo tempo, o consumo consciente, a preservação ambiental e a inclusão social. No entanto, o biólogo e educador ambiental da Universidade de São Paulo, Paulo Diaz Rocha, argumenta que a real compreensão deste princípio passa por mudanças no comportamento da população na hora de ir às compras.

"Se a gente continua uma sociedade consumista de supérfluos, a gente não vai mudar a matriz energética e de produção de resíduos da sociedade atual. A idéia é quebrar um pouco a obsolescência programada, que é quando os produtos duram menos de propósito para que os usuários comprem mais. Então, há toda uma lógica capitalista que a gente tenta ir contra, na medida do possível, para evitar esse desperdício."

O coordenador do projeto Reciclando Tecnologias, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Luís Maurício Resende, afirma que a população tende a captar mais facilmente a idéia dos 3Rs por meio de ações práticas.

"Principalmente para comunidades carentes, essa conscientização vai se dar lentamente. E toda a vez que a gente conseguir vincular isso a um aspecto prático na vida, no dia-a-dia, seja do catador ou mesmo da comunidade, vai ser muito mais efetivo. Só por conceitos filosóficos ou idealismo, fica muito difícil conscientizar uma comunidade. É necessário que a gente vincule essa necessidade da reciclagem com aspectos muito práticos do dia-a-dia."

E são exatamente esses aspectos práticos do dia-a-dia que você vai conhecer melhor nas próximas reportagens. Entre os destaques, estão a iniciativa paulista de transformar óleo vegetal em sabão, os múltiplos projetos de reciclagem de garrafas pet em Santa Catarina e no interior de Goiás, a construção de uma casa ecologicamente correta e as opções de utilização da casca de coco, em Brasília.

De Brasília, José Carlos Oliveira

A RÁDIO CÂMARA REPRISOU A PRIMEIRA MATÉRIA DA REPORTAGEM ESPECIAL SOBRE RECICLAGEM, QUE FOI AO AR ABRIL DO ANO PASSADO.

A abordagem em profundidade de temas relacionados ao dia a dia da sociedade e do Congresso Nacional.

De segunda a sexta, às 3h, 7h40 - dentro do programa Painel Eletrônico - e 23h

facebook twitter spotify podcasts apple rss

Todas as Edições