Rádio Câmara

Reportagem Especial

Reprise - Especial Consumo 1 - Pesquisa mostra que consumidor brasileiro está cada vez mais exigente (04' 44")

  • Reprise - Especial Consumo 1 - Pesquisa mostra que consumidor brasileiro está cada vez mais exigente (04' 44")

QUAIS SÃO AS MUDANÇAS NOTADAS NO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR BRASILEIRO NOS ÚLTIMOS ANOS? O QUE, ALÉM DO PREÇO, É LEVADO EM CONTA PARA DECIDIR UMA COMPRA? NESTA SEMANA, VOCÊ VAI CONFERIR UMA SÉRIE DE MATÉRIAS DA REPÓRTER MÔNICA MONTENEGRO, QUE VÃO TRAZER UM PANORAMA SOBRE O CONSUMO NO BRASIL.

O consumidor brasileiro está cada vez mais exigente. Preço baixo e qualidade ainda são os principais motivadores das compras, mas fatores como o comportamento dos fabricantes passam a ter uma importância crescente.
Pesquisas realizadas pelo Instituto Akatu pelo Consumo Consciente revelam que a expectativa do brasileiro em relação à responsabilidade social das empresas passou de 35%, em 2000, para 44%, em 2005. O gerente de projetos especiais do Instituto, Aron Belinky, explica o significado desse aumento de percepção em apenas cinco anos.

"A gente tem visto um crescimento contínuo da quantidade de pessoas que entende que as empresas devem sim ter um papel ativo na construção de uma sociedade melhor, mais justa e não simplesmente entregar produtos, pagar impostos, gerar empregos, que é o papel tradicional das empresas. Um outro indicador que a gente também acompanha é a parte ligada aos comportamentos de consumo consciente especificamente. A gente viu que já existe um grau de consciência bastante razoável e que isso deve aumentar"

De acordo com o Instituto Akatu, 43% dos consumidores brasileiros são classificados como conscientes ou comprometidos. E a concentração dessas pessoas nas classes C e D e com baixa escolaridade é alta, com tendência de crescimento.

A empresa de pesquisa Latin Panel acompanha o consumo domiciliar dos brasileiros semanalmente e também percebe mudanças no comportamento do consumidor. A diretora comercial da instituição, Margareth Utimura, destaca os fatores que causaram essa transformação, que se refletiram em uma pesquisa sobre o comportamento de consumo da família brasileira feita pela Latin Panel, em parceria com a Associação Brasileira de Supermercados.

"Se a gente for comparar os últimos cinco anos principalmente, os consumidores vem ficando cada vez mais exigentes, conscientes, até mesmo por causa do próprio Código (de Defesa do Consumidor), da baixa da inflação, de um alinhamento de tecnologia. Então são vários os fatores que fizeram esse consumidor mudar bastante os seus hábitos. Depois do Plano Real, abertura de mercado, inflação controlada, tecnologia ao alcance de todas as indústrias, isso vem facilitando bastante para o consumidor"

A coordenadora executiva do Instituto de Defesa do Consumidor, Lisa Gunn, também considera a consolidação do Código de Defesa do Consumidor um marco para a regulação do mercado brasileiro e destaca que a preocupação com fatores além do preço baixo tem crescido.

"Claro que preço e qualidade são aquele mínimo, ele sempre vai estar atento a essas duas questões. Mas ele começa a perceber a importancia de outros aspectos a serem considerados na hora de compra. Se naquela cadeia produtiva existem problemas socioambientais, se as empresas demostram ter responsabilidade social e empresarial. Então, apesar de preço e qualidade serem determinantes na escolha do consumidor, ele começa a acordar para esses outros aspectos na hora da compra"

Mas a coordenadora do Instituto de Defesa do Consumidor faz uma importante ressalva.

"O consumidor não é ingênuo de não perceber a contradição entre discurso e prática. De nada adianta um banco ou uma grande empresa de telefonia fazer grande propaganda sobre suas ações sociais, chamando isso de responsabilidade social, se o consumidor, na hora em que utiliza o serviço dessas empresas, ele se sente lesado"

Ou, seja: além de exigir ações positivas, o consumidor brasileiro espera que discurso e prática andem juntos quando se trata de responsabilidade socioambiental.

De Brasília,Mônica Montenegro.

Na reportagem de amanhã, você vai saber um pouco mais sobre como o crescimento do consumo consciente tem influenciado no nosso dia-a-dia.

A abordagem em profundidade de temas relacionados ao dia a dia da sociedade e do Congresso Nacional.

De segunda a sexta, às 3h, 7h40 - dentro do programa Painel Eletrônico - e 23h

facebook twitter spotify podcasts apple rss

Todas as Edições