Rádio Câmara

Kalimba

A música e a luta do povo saaraui (reprise)

A música e a luta do povo saaraui (reprise)

14/01/2024 - 14h00

  • A música e a luta do povo saaraui - BLOCO ÚNICO

  • A música e a luta do povo saaraui - BLOCO 1

  • A música e a luta do povo saaraui - BLOCO 2

  • A música e a luta do povo saaraui - BLOCO 3

A lista oficial de países da África é constituída de 54 países.  Contudo, nem todas as nacionalidades estão representadas no mapa político do continente.  Diversos povos com território, língua e cultura próprias lutam para ter a soberania sobre sua terra.  Um deles é o povo saaraui,  do Saara Ocidental.  Esse território foi administrado pela Espanha até 1975.

Com a saída dos europeus, dois países fronteiriços (Marrocos e Mauritânia) invadiram a antiga possessão espanhola e criaram uma situação de fato, sem qualquer consulta à população.  Por trás dessa intervenção estão interesses nos recursos minerais do deserto, especialmente minas de fosfato e campos de petróleo e gás natural.

Um movimento nacionalista armado, Frente Polisário, tem sido a principal resistência à ocupação.  Quase 200 mil saarauis vivem em campos de refugiados na Argélia, país que os acolheu, com assistência das Nações Unidas.

Nesta edição Kalimba presta homenagem  a esse povo que resiste não só com as armas mas com sua música.  São temas que exaltam a luta dos nacionalistas e as belezas de sua terra, que um dia esperam poder contemplar em um país soberano.


Kalimba completa seis anos no ar pela Rádio Câmara FM 96,9  levando aos ouvintes de Brasília, de todo o Brasil e também da África e do mundo inteiro, pela internet, a música da África contemporânea.


Texto e apresentação:    Daniel do Amaral

Trabalhos técnicos:     Marinho Magalhães

Uma grande viagem pela música da África, o continente dos sons. Kalimba mostra a evolução da música dos países africanos e apresenta a diversidade étnica e regional do continente, a partir de seus diversos estilos: a música tradicional, a música urbana, religiosa, instrumental, eletrônica, etc.

Domingo, às 14h, e segunda, à 0h.