Rádio Câmara

Painel Eletrônico

Deputada defende marco temporal e diz que indígena precisa se desenvolver economicamente

23/11/2023 -

  • Entrevista - Dep. Silvia Waiãpi (PL-AP)

As deputadas Silvia Waiãpi (PL-AP) e Celia Xakriabá (PSOL-MG) mostraram diferentes pontos de vista sobre o exame do veto presidencial ao marco temporal, que estabelece um parâmetro para a demarcação de terras indígenas. Silvia Waiãpi, que defende o marco temporal, afirmou que não se pode culpar a sociedade pelo que aconteceu no passado nem mudar a História. Ela acrescentou que os indígenas precisam se desenvolver economicamente e que a homologação de uma terra indígena, que passa a ser da União, não resolve o problema em definitivo. A parlamentar apontou, por exemplo, a falta de análise da situação da região onde a terra será homologada.

Já a deputada Celia Xakriabá (PSOL-MG), que é contrária ao marco temporal, salientou que essa é uma tese política, econômica, territorial e de segurança climática. Ela lembrou que o Supremo Tribunal Federal já se pronunciou sobre o marco temporal e que ele coloca em risco, por exemplo, os povos indígenas que estão em isolamento. Celia Xakriabá disse que o tema vai ser levado, na próxima semana, à reunião do clima (COP 28), em Dubai, para salientar a ligação com a emergência climática. Ela também destacou o corpo-a-corpo feito junto a deputados e senadores para a manutenção do veto e também a mobilização da sociedade civil.

Apresentação – Cláudio Ferreira

Programa ao vivo com reportagens, entrevistas sobre temas relacionados à Câmara dos Deputados, e o que vai ser destaque durante a semana.

De segunda a sexta, às 8h, ao vivo