Rádio Câmara

Samba da Minha Terra

Samba de roda do Recôncavo Baiano (REPRISE)

Samba de roda do Recôncavo Baiano (REPRISE)

07/08/2022 - 12h00

  • Samba de Roda do Recôncavo Baiano - versão em bloco único

  • Samba de Roda do Recôncavo Baiano - Bl 1

  • Samba de Roda do Recôncavo Baiano - Bl 2

Samba da Minha Terra se entrega aos batuques, cantos e gingados reconhecidos como “patrimônio da cultura brasileira” (IPHAN) e “obra-prima do patrimônio oral e imaterial da humanidade” (Unesco/ONU). O samba de roda do Recôncavo Baiano surgiu no século 19, no entorno da Baía de Todos os Santos, região também chamada de “África do lado de cá” por abrigar a maior concentração de negros do Brasil. Há estilos variados, como o samba-chula e o samba corrido. Na dança, impera o “miudinho”, um pisoteado macio de arrasta-pé curtinho que dita os requebrados das sambadeiras. O ritmo contagiante ganhou letras do cotidiano local, criadas por compositores do quilate de Roque Ferreira (Nazaré das Farinhas-BA) ou herdadas das lembranças de figuras emblemáticas como Dona Edith do Prato (Santo Amaro da Purificação-BA), Dona Dalva Damiana (Cachoeira-BA), Dona Aurinda do Prato (Vera Cruz-BA), Dona Cadu do Coqueiro do Paraguaçu (Maragogipe-BA) entre tantos outros baluartes. O programa monta o quadro “Terreiro de bambas” na Associação dos Sambadores e Sambadeiras da Bahia (ASSEBA). Foto: IPHAN

MÚSICAS

Dona da casa e Eu vim aqui (tradicional), com Dona Edith do Prato e Maria Bethânia
Abre caminho (Roque Ferreira), com Mariene de Castro
Coroa do mar e Santo Amaro (Roque Ferreira), com Roque Ferreira e Fabiana Cozza
Chula cortada (Roque Ferreira), com Pedro Miranda
Casa nova e Raiz (tradicional), com Dona Edith do Prato Mariene de Castro e Vozes da Purificação
Samba na palma da mão (Walmir Lima), idem
Viola, meu bem (tradicional), com Samba Chula de São Braz (Santo Amaro da Purificação)
Marinheiro só (tradicional), com Dona Edith do Prato (Santo Amaro da Purificação)
Pot-pourri de Nene (Folclore baiano, Edson Menezes, Firmino Itapoã, Jamelão e Tião Motorista), com Mariene de Castro
Quebradeira de coco (Roque Ferreira), com Roque Ferreira (Nazaré das Farinhas)
Pot-pourri de Roque de Ferreira, com Roque Ferreira
Bahia, bate o tambor (Matheus Alelulia), com Matheus Aleluia (Cachoeira)
Samba de roda de Cachoeira (tradicional)
Embala eu, Samba de roda e Chora viola (tradicional), com Teresa Cristina e Grupo Semente
Cordão de ouro (Roque Ferreira e Teresa Cristina), com Teresa Cristina
Pot-pourri de sambas de roda, com Gilberto Gil e Beth Carvalho

Sonoplastia – Tony Ribeiro
Apresentação e pesquisa – José Carlos Oliveira

Acompanhe a riqueza poética e melódica do ritmo mais popular do Brasil. Quadros especiais destacam as letras mais requintadas, inovadoras ou significativas, as entrevistas históricas e os espaços dedicados ao samba em todo o país.

Domingo, às 12h, e quinta, à 0h

TODAS AS EDIÇÕES