Direitos Humanos

Projeto exige escritura pública ou autorização com firma reconhecida para hospedagem de criança desacompanhada

17/08/2023 - 18:06  

Depositphotos
Economia - consumidor - hotelaria - hospedagem - hotel - hóspedes
Proposta altera regra para acesso de crianças a hotéis

O Projeto de Lei 3219/15, já aprovado pelo Senado, exige escritura pública ou autorização por escrito e com firma reconhecida dos pais ou responsáveis para que crianças e adolescentes desacompanhados possam se hospedar em hotéis e similares. O texto está agora em análise na Câmara dos Deputados.

A proposta insere dispositivos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Adicionalmente, o projeto determina ao poder público a realização, por cinco anos, de campanha publicitária, sempre nos meses de novembro e dezembro, para divulgação das regras sobre hospedagem de crianças e adolescentes.

Atualmente, o ECA proíbe crianças ou adolescentes em hotéis e similares, salvo se autorizados ou acompanhados pelos pais ou pelo responsável. “Mas nada diz sobre a comprovação da maternidade, da paternidade ou da responsabilidade legal”, disse a autora da proposta, a ex-senadora Maria do Carmo Alves (SE).

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Ralph Machado
Edição – Pierre Triboli
Com informações da Agência Senado

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 3219/2015

Íntegra da proposta