Saúde

Projeto determina que o SUS ofereça atendimento domiciliar com cuidador para pessoas idosas

Proposta precisa ser aprovada pela Câmara dos Deputados para virar lei

11/09/2023 - 11:53  

Ocskay Bence/Fotolia
Uma cuidadora ajuda uma idosa a caminhar com bengala
Em 2020, 69% dos idosos no Brasil viviam com dois salários mínimos

O Projeto de Lei 990/22 inclui o atendimento por cuidadores de pessoas idosas entre os principais serviços domiciliares ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O texto, já aprovado pelo Senado, altera a Lei Orgânica da Saúde e está agora em análise na Câmara dos Deputados.

Conforme a proposta, o poder público também deverá fortalecer e incentivar a capacitação de cuidadores de pessoas idosas, inclusive para o atendimento domiciliar a famílias consideradas de baixa renda.

Como é hoje
Atualmente, a Lei Orgânica da Saúde já prevê que o SUS ofereça, na modalidade de assistência de atendimento e internação domiciliar, os procedimentos:

  • médicos,
  • de enfermagem,
  • fisioterapêuticos,
  • psicológicos,
  • de assistência social, entre outros necessários ao cuidado integral dos pacientes.

O projeto acrescenta os procedimentos realizados por cuidadores de idosos nesta lista.

“A ideia é assegurar explicitamente o atendimento domiciliar de cuidadores às pessoas idosas”, disse o senador Renan Calheiros (MDB-AL), autor da proposta. Ao defender a mudança, ele lembrou que, em 2020, 69% dos idosos no Brasil viviam com renda pessoal mensal de até dois salários mínimos (R$ 2.640 hoje).

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de
Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa; de Saúde; de Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Ralph Machado
Edição – Natalia Doederlein
Com informações da Agência Senado

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Sua opinião sobre: PL 990/2022

Íntegra da proposta