Educação, cultura e esportes

Educação aprova enfermeira Ana Néri entre Heróis da Pátria

13/11/2006 - 12:17  

A Comissão de Educação e Cultura aprovou na quarta-feira (8) o Projeto de Lei 1406/03, do deputado Elimar Máximo Damasceno (Prona-SP), que inclui a enfermeira Ana Justina Néri no Livro dos Heróis da Pátria. Nascida em 1814, na Bahia, Ana Néri foi voluntária na Guerra do Paraguai (1864-1870), permanecendo com o exército brasileiro por cinco anos.
Para a relatora do projeto, deputada Thelma de Oliveira (PSDB-MT), a inscrição do nome da enfermeira entre os heróis da Pátria vai reparar uma injustiça histórica e, ao mesmo tempo, ressaltar o papel da mulher como sujeito da história nacional.
Se o projeto for aprovado, Ana Néri será o primeiro nome feminino no Livro dos Heróis da Pátria, que fica no Panteão da Liberdade e da Democracia, na Praça dos Três Poderes, em Brasília. O Panteão foi inaugurado em 1986, em memória do ex-presidente Tancredo Neves.

Biografia
Quando irrompeu a Guerra do Paraguai, em dezembro de 1864, Ana Néri morava em Salvador. Seu marido, oficial de Marinha, já havia falecido. Em 1865, ela enviou ofício ao presidente da província solicitando trabalho como enfermeira voluntária, alegando dois motivos: socorrer os feridos de guerra e estar junto aos dois filhos, que já se achavam na frente de batalha.
Na guerra, Ana Néri perdeu um filho e um sobrinho. Quando regressou, recebeu várias homenagens por sua atuação como enfermeira, sendo denominada pelo Exército de "Mãe dos Brasileiros". Também considerada a patrona da Enfermagem no País, Ana Néri faleceu no Rio de Janeiro, em 1880, aos 66 anos de idade.
Posteriormente, Carlos Chagas também a homenageou, batizando com seu nome a primeira escola oficial brasileira de enfermagem de alto padrão, em 1926.

Tramitação
O projeto tem caráter conclusivo e foi encaminhado para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Notícias anteriores:
Comissão aprova Mascarenhas de Morais como Herói da Pátria
Comissão aprova Couto de Magalhães entre heróis da Pátria
Educação aprova general Osório como herói da Pátria
Educação aprova inscrição de Rondon entre heróis da Pátria
Teórico da aerodinâmica pode tornar-se herói da Pátria
Educação aprova Joaquim Nabuco entre os heróis da Pátria
Projeto inclui líder da Cabanagem entre heróis da Pátria
Projeto inclui brigadeiro no livro de heróis da Pátria
Educação aprova Sepé Tiaraju no livro de Heróis da Pátria

Reportagem - Maria Neves
Edição - Pierre Triboli

(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura `Agência Câmara`)

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:agencia@camara.gov.br

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.