Cidades e transportes

Comissão debate duplicação da BR-116 em município baiano

30/11/2021 - 08:22  

Câmara Municipal de Vitória da Conquista
Estrada em obras com vários carros passando
BR-116, no trecho que passa pela cidade baiana de Vitória da Conquista

A Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados realiza audiência pública nesta terça-feira (30) sobre a duplicação da BR-116, no trecho que compreende a região sudoeste da Bahia, passando por Vitória da Conquista.

O deputado Waldenor Pereira (PT-BA), que propôs a realização do debate, afirma que a rodovia Santos Dumont (BR-116, Rio-Bahia) divide o município de Vitória da Conquista ao meio, "trazendo consigo um intenso tráfego de veículos, em especial os de grande porte, acarretando aumento expressivo dos índices de acidentes".

"Segundo dados da Confederação Nacional de Trânsito, foram registrados nas rodovias federais que cortam o estado da Bahia, em 2020, 3.443 acidentes com 2.828 com vítimas (entre mortos ou feridos) e o total de 507 vidas perdidas. Na BR-116, foram 695 acidentes com 134 óbitos, em 2020", contabiliza o deputado.

De acordo com Waldenor Pereira, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista criou em 2018 uma Comissão de Fiscalização de Obras da ViaBahia, tendo como principal objetivo a duplicação do trecho da Rio-Bahia que envolve a cidade, a instalação das alças dos viaduto e melhorias e soluções emergenciais para diversos pontos críticos.

Debatedores
Foram convidados para discutir o assunto, entre outros:
- o coordenador-geral de Concessões Rodoviárias do Ministério da Infraestrutura, Anderson Santos Bellas;
- o presidente da Comissão Parlamentar de Intervenções Rodoviárias e Fiscalização de Obras da Via Bahia, da Câmara Municipal de Vitória da Conquista, vereador Fernando Jacaré;
- o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Rafael Vitale Rodrigues;
- o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Antônio Leite dos Santos Filho;
- o superintendente regional do DNIT no estado da Bahia, Amauri Souza Lima.

A audiência será realizada no plenário 5, a partir das 15 horas.

Os interessados poderão acompanhar o debate, ao vivo, pelo portal e-Democracia, inclusive, enviando perguntas, críticas e sugestões aos convidados.

Da Redação - ND

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.