Saúde

Comissão aprova proposta que coloca diabético como prioridade para exames em jejum total

Para relator, medida é uma proteção para as pessoas com diabetes

08/11/2021 - 10:51  

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Deliberação dos Vetos e de Projeto de Lei do Congresso. Dep. Dr. Zacharias Calil(DEM - GO)
Calil: “A hipoglicemia grave pode causar até danos cerebrais.”

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 1761/21, que prioriza o atendimento do diabético nos laboratórios das redes pública e particular de saúde quando o exame exigir jejum total. O texto inclui a regra na Política Nacional de Prevenção do Diabetes.

O parecer do relator, deputado Dr. Zacharias Calil (DEM-GO), foi favorável. “Entendo que o estabelecimento dessa prioridade comprometerá pouco o funcionamento dos laboratórios de exames, mas servirá como medida de proteção para as pessoas com diabetes”, afirmou.

“As pessoas com diabetes ficam em situação vulnerável, porque usam remédios que reduzem a glicose sanguínea. A ação deles, associada ao jejum de 12 horas, pode levar a quadros graves de hipoglicemia, com risco de sequelas”, explicou o autor da proposta, deputado Pr. Marco Feliciano (PL-SP).

“Muitos sabem que o diabético tem glicose aumentada se estiver com a doença descontrolada. Porém, poucos conhecem o risco da diminuição perigosa da glicose – quando a pessoa usa a insulina, mas não se alimenta nos horários adequados”, disse Dr. Zacharias Calil. “A hipoglicemia grave pode causar até danos cerebrais.”

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem - Ralph Machado
Edição - Marcia Becker

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta