Trabalho, Previdência e Assistência

Comissão discute financiamento de sistema de assistência social com gestores e ex-gestores

28/10/2021 - 08:15  

Leonardo Duarte/Governo do Espírito Santo
Fachada de uma casa branca com letreiro escrito Centro de Referência em Assistência Social
Centros de Referência da Assistência Social são custeados pelo Suas

A comissão especial criada para analisar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 383/17, que garante recursos mínimos para o financiamento do Sistema Único de Assistência Social (Suas), promove nova audiência pública nesta quinta-feira (28) para debater o assunto. A reunião ocorre às 9 horas, no plenário 11.

O debate atende sugestão dos deputados Flávia Morais (PDT-GO), Dulce Miranda (MDB-TO), Jorge Solla (PT-BA) e Maria do Rosário (PT-RS).

Flávia Morais explica que o conhecimento de gestores e ex-gestores responsáveis pela idealização de políticas públicas de assistência social será útil na discussão sobre garantir recursos mínimos para o setor.

"A PEC 383/17 visa constitucionalizar recursos mínimos para a manutenção do Suas, proposta urgente e necessária em especial na atual situação econômica do País com o aumento das famílias em situação de miséria, extrema pobreza e pobreza", avalia Flávia Morais. "Essa garantia além de trazer previsibilidade para as ações, tira a insegurança da discricionariedade das mudanças de governo."

"Após uma década de intenso processo de ordenamento e expansão, com a consolidação do Suas, a crise econômica e as políticas de ajuste fiscal romperam a trajetória de ampliação do gasto público na área observada em anos anteriores". lamenta Dulce Miranda.

Já Jorge Solla e Maria do Rosário ressaltam que, por determinação constitucional, a assistência social deve ser  prestada a quem dela necessitar, independentemente de contribuição à seguridade social.

"No entanto, não é possível realizar políticas públicas com o seu progressivo desfinanciamento", alertam no requerimento em que pedem a realização da audiência.

Convidadas
Participam do debate:
- a secretária nacional de Assistência Social, Maria Yvelônia dos Santos Araujo Barbosa;
- o diretor substituto do Departamento de Proteção Social Especial, representante do Ministério da Cidadania, Danyel Iório De Lima;
-  a ex-ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Márcia Lopes; e
- a ex-secretária Nacional de Assistência Social, Denise Colin.

Da Redação – ND

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.