Agropecuária

Comissão debate distribuição de créditos de descarbonização

14/10/2021 - 08:20  

Jaelson Lucas/Agência de Notícias do Paraná
Agropecuária - plantações - soja grãos agricultura fazendas rurais campo produção máquinas agrícolas exportações PIB comércio exterior (colheita da safra 2020 de soja no Paraná)
Proposta permite que produtores sejam beneficiados com créditos de descarbonização

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados debate nesta quinta-feira (14) a distribuição dos créditos de descarbonização (CBio), conforme previsto no Projeto de Lei 3149/20. A proposta permite que o produtor rural que fornece matéria-prima para a produção de biocombustível, como soja e palma (óleo de dendê), participe da receita gerada pela negociação do CBio.

O debate atende a pedido do deputado Jose Mario Schreiner (DEM-GO). Para o parlamentar, há atualmente uma situação de verdadeira injustiça sofrida pelos
produtores rurais, uma vez que estes não participam dos ganhos obtidos com a emissão de créditos de descarbonização. "Apenas o setor industrial de biocombustíveis goza dos benefícios dessa política", afirma.

A audiência pública será realizada às 14 horas, no plenário 8.

Foram convidados para discutir o assunto com os deputados:
- o presidente da Comissão Nacional de Cana-de-Açúcar, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Ênio Jaime Fernandes Júnior;
- o presidente da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), Antonio Galvan;
- o presidente da Associação de Produtores de Açúcar, Etanol e Bioenergia (NovaBio), Renato Cunha;
- o diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Antônio de Pádua;
- o presidente da Organização de Associações de Produtores de Cana do Brasil(Orplana), Gustavo Rattes de Castro;
- o presidente do Fórum Nacional Sucroenergético (FNS), Mário Ferreira Campos Filho; e
- o presidente da Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana), Alexandre Araujo de Morais Andrade.

Da Redação – RL

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.