Saúde

Proposta autoriza importação de insumos médicos por meio de agência da OMS

Brasil poderá importar medicamentos e equipamentos por meio da Organização Pan-Americana da Saúde

16/06/2021 - 11:41  

Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Dep. Capitão Fábio Abreu (PL - PI)
Abreu quer facilitar o acesso a medicamentos e insumos médicos

O Projeto de Lei 4710/20 autoriza o Brasil a importar medicamentos, insumos e equipamentos voltados à área da saúde por meio da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), agência ligada à Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Opas possui um fundo que viabiliza empréstimos a países da região para a compra, a custos mais baixos, de insumos estratégicos e prioritários para a saúde pública.

O texto, que tramita na Câmara dos Deputados, é de autoria do deputado Capitão Fábio Abreu (PL-PI). Ele afirma que o objetivo é facilitar o acesso a medicamentos e insumos médicos, “parte fundamental de toda a política farmacêutica nas mais diferentes nações ao redor do mundo”.

Pelo projeto, o Brasil poderá importar medicamentos, insumos, equipamentos de proteção individual (EPIs), testes laboratoriais, oxigênio medicinal, respiradores automáticos e kits de intubação. Os itens devem ter autorização de uso emitida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Produtos sem registro relacionados ao combate à pandemia também poderão ser importados. Nesses casos, a liberação será regulada pela Lei 13.979/20. A norma autoriza a importação de medicamentos e insumos sem registro, desde que já liberados nos Estados Unidos e União Europeia.

Tramitação
O projeto tramita em regime de urgência e está na pauta do Plenário da Câmara.

Reportagem – Janary Júnior
Edição - Cláudia Lemos

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta