Saúde

Proposta prevê uso de tecnologias da informação contra transtornos cognitivos em idosos

Texto altera o Estatuto do Idoso; autora do projeto acredita que tecnologias de comunicação podem compensar a perda de funções causadas pela idade

01/06/2021 - 11:24  

-Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Discussão e votação de propostas. Dep. Paula BelmonteCIDADANIA - DF
Belmonte: TICs podem ser usadas como meio de integração e de aprendizado

O Projeto de Lei 1257/21 determina que a preservação da saúde mental dos idosos, prevista no Estatuto do Idoso, compreenderá medidas que facilitem o acesso e a capacitação no uso de tecnologias de informação e comunicação (TIC) para atenuar transtornos mentais e cognitivos. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

A proposta é da deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF). Ela afirma que as TICs podem ser usadas como meio de integração e de aprendizado de idosos, compensando a perda de funções cognitivas.

“A aptidão para usar equipamentos como celulares, computadores e acesso à internet e tê-los disponíveis proporcionam benefícios incalculáveis para a saúde mental, como permitir a interação com familiares e amigos, além de oferecer uma extensa possibilidade de estímulos para aprendizagem, divertimento e mesmo para incentivar atividades físicas”, disse Belmonte.

Tramitação
O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões dos Direitos da Pessoa Idosa; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem - Janary Júnior
Edição - Marcia Becker

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta