Política e Administração Pública

Projeto suspende ofício do Ipea sobre divulgação de pesquisas

Documento afirma que publicação sem autorização pode configurar infração disciplinar por parte dos pesquisadores

06/04/2021 - 15:05  

O Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 123/21 suspende um ofício interno do presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Carlos von Doellinger, que trata da divulgação externa da produção técnica do órgão. O Ipea é um órgão de pesquisa vinculado ao Ministério da Economia. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

Enviado a funcionários no início de março, o Ofício Circular Interno nº 1/2021 informa que os trabalhos desenvolvidos pelos pesquisadores “são direito patrimonial do Ipea, a quem cabe definir o momento e a forma de divulgação”. O documento afirma ainda que a divulgação de estudos e pesquisas sem autorização “pode configurar descumprimento de dever ético e, eventualmente, até infração disciplinar”.

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Deliberação do PLN nº 28, de 2020 (Orçamento 2021). Dep. Talíria Petrone(PSOL - RJ)
Talíria Petrone:  orientação do IPEA incompatível com a liberdade de pensamento

Para a deputada Talíria Petrone (Psol-RJ), que assina o projeto com outros parlamentares do Psol, o ofício é mais uma tentativa da direção do Ipea de controlar a produção científica e as opiniões dos pesquisadores do órgão. Ela lembra que em 2018 o instituto publicou uma portaria regulando a manifestação dos servidores pela imprensa.

Petrone considera que o comunicado interno é incompatível com a liberdade de pensamento prevista na Constituição, devendo ser cassado. “É inaceitável, no Estado Democrático de Direito, a instrumentalização de órgãos públicos e a censura contra servidores públicos”, disse.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de decreto legislativo

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Cláudia Lemos

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta