Economia

Para Arthur Lira, com autonomia do BC, Brasil vai ser visto como um país de seriedade monetária

O presidente da Câmara avalia que a proposta garante estabilidade e previsibilidade a todo sistema financeiro nacional

10/02/2021 - 21:39  

Michel Jesus/ Câmara dos Deputados
Presidente da Câmara dos Deputados, dep. Arthur Lira, concede entrevista
Em entrevista, Lira lembrou que autonomia do BC aguardava votação há mais de 40 anos

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que a aprovação da autonomia do Banco Central (BC, PLP 19/19) pelo Congresso vai permitir que o País possa ser visto com seriedade monetária. Ele disse ainda que a aprovação sinaliza para a garantia da estabilidade e da previsibilidade de todo sistema financeiro nacional.

“É uma votação que está esperando há mais de 40 anos. Tivemos a sinalização da garantia da estabilidade e previsibilidade de todo sistema financeiro; e gesto do presidente da Republica em abrir mão da nomeação do presidente do Banco Central (ajudou na aprovação)”, disse o presidente.

Lira reafirmou o respeitou ao regimento interno da Casa e à oposição, mas ressaltou que a aprovação da urgência da proposta no Plenário significou que a maioria da Casa queria votar o texto. A oposição chegou a reclamar da inclusão da autonomia do BC na pauta em detrimento de outras matérias consideradas mais urgentes para o enfrentamento da pandemia de Covid-19.

O presidente lembrou que a pauta foi apresentada aos líderes na semana passada e recebeu sinalização positiva da maioria. “A pauta não é feita por esse presidente, foi feita e publicada na quinta-feira (4) na reunião de líderes. A maioria nessa Casa vai prevalecer, respeito o debate, mas basta de engavetamento para atrapalhar o Brasil de crescer propositalmente”, afirmou.

Reportagem - Luiz Gustavo Xavier
Edição - Geórgia Moraes

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta