Saúde

Maia comemora autorização para uso de vacinas: "Venceu a ciência"

Neste domingo, a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso emergencial das vacinas Coronavac e Oxford/AstraZeneca

18/01/2021 - 11:21   •   Atualizado em 18/01/2021 - 12:36

Najara Araújo/Câmara dos Deputados
Rodrigo Maia concede entrevista coletiva. Ele está em pé e há vários microfones na mesa a sua frente
Em suas redes sociais, Maia parabenizou os profissionais de saúde envolvidos

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), comemorou neste domingo a aprovação do uso emergencial das duas vacinas para combater a Covid-19. Por meio de suas redes sociais, Maia afirmou que a data representa um dia histórico e ressaltou que a Anvisa cumpriu seu papel de agência de estado.

"A data de hoje [ontem] entra pra história. Venceu a ciência, finalmente teremos as primeiras vacinas disponíveis à população brasileira e milhares de vidas serão salvas. A Anvisa cumpriu seu papel de agência do Estado", disse o presidente neste domingo.

Maia ressaltou que o Brasil ainda responde por 10% das mortes pela Covid-19 no mundo, "o que é inaceitável", afirmou. Ele parabenizou ainda os profissionais de saúde envolvidos e o empenho do governador de São Paulo,  João Dória.
"E que venham outras vacinas!", afirmou.

Críticas
Nesta segunda-feira, em entrevista coletiva para jornalistas no salão Negro da Câmara, Maia criticou o presidente Jair Bolsonaro por recusar a vacina do Butantan inicialmente.

"O presidente afirmou que não compraria, mas na hora da verdade, a coragem não é tão grande. É corajoso até uma parte da história, pelo menos, apesar do papelão do ministro [da Saúde] Pazuello, agora querendo capturar o tema das vacinas, pelo menos compraram as vacinas e, para nossa felicidade, 6 milhões estarão imunizados nas próximas semanas", disse.

Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição - Natalia Doederlein

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.