Política e Administração Pública

Comissão mista ouve hoje diretor da Instituição Fiscal Independente

25/05/2020 - 08:10  

Ilustração, orçamento, lei orçamentária anual, contas públicas, pacto federativo
Economista deve falar sobre impactos da Covid-19 nas finanças e no endividamento público

A comissão mista que acompanha as ações para o enfrentamento do coronavírus vai ouvir hoje, às 11h, o diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI), Felipe Salto. Segundo o plano de trabalho, o economista deve falar, em reunião remota do colegiado, sobre os impactos da Covid-19 nas finanças e no endividamento público.

De acordo com o presidente da comissão, senador Confúcio Moura (MDB-RO), a IFI realiza um trabalho voltado para o atual cenário de crise.

Na sexta-feira (22), a comissão fez a quinta audiência pública, com a participação do ministro-chefe da Casa Civil, Braga Netto. O colegiado já ouviu os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Cidadania, Onyx Lorenzoni, o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto de Almeida, e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.

Requerimentos
Na segunda parte da reunião, os parlamentares devem apreciar a pauta deliberativa com 10 requerimentos. Entre eles, os convites aos representantes da Caixa Econômica Federal e do Ministério da Cidadania para discutir as dificuldades de acesso ao auxílio emergencial frequentemente relatadas por candidatos ao benefício.

Outro requerimento a ser apreciado pede que o Ministério das Relações Exteriores, por meio das embaixadas e consulados, preste assistência a brasileiros em situação de risco no exterior em razão da pandemia do coronavírus.

Há ainda requerimentos que solicitam aos Ministérios da Saúde, da Economia e da Cidadania o envio de informações semanais para auxiliar a condução do plano de trabalho da comissão mista.

O evento será interativo.

Da Redação – RL
Com informações da Agência Senado

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.