Educação, cultura e esportes

CCJ aprova garantia de isonomia em premiações para atletas homens e mulheres

A isonomia vale para competições esportivas financiadas por recursos públicos. A proposta ainda precisa ser analisada pelos senadores

17/12/2019 - 11:28  

Cleia Viana/Câmara dos Deputados
G.T. Legislação Penal e Processual Penal (Anticrime)
Para Adriana Ventura, proposição é coerente com a luta contra discriminação de gênero

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou, em caráter conclusivo, o Projeto de Lei 1416/19, que garante isonomia das premiações para atletas homens e mulheres nas competições esportivas financiadas por recursos públicos.

Apresentado pelo deputado Pedro Lucas Fernandes (PTB-MA), o projeto inclui a norma na chamada Lei Pelé, que organiza o desporto.

Após a aprovação da redação final pela CCJ, o texto será enviado para análise do Senado.

Correção de assimetrias
O parecer da relatora, deputada Adriana Ventura (Novo-SP), foi pela constitucionalidade e juridicidade da proposta, com emenda de técnica legislativa.

“Ao prever a isonomia no valor das premiações pagas a homens e mulheres em competições organizadas com recursos públicos, a proposição estaria sendo coerente com a luta contra a discriminação de gênero e contribuindo para corrigir as assimetrias que se consolidaram na sociedade”, disse.

Reportagem - Lara Haje
Edição - Alexandre Pôrto

  • Áudio da matéria

    Ouça esta matéria na Rádio Câmara

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.


Íntegra da proposta