Cidades e transportes

Viabilidade da reativação da hidrovia do rio São Francisco é tema de debate

12/11/2019 - 09:05  

Divulgação/MTur
Fotos Institucionais
O transporte por hidrovia no São Francisco poderia unir diversas cidades ao longo do rio

A Comissão de Viação e Transportes debate hoje a viabilidade da reativação da hidrovia do rio São Francisco. O debate atende a requerimento do deputado Paulo Guedes (PT-MG). O parlamentar destaca que a hidrovia do São Francisco é a via mais econômica de ligação entre o Centro-Sul e o Nordeste do País.

De acordo com o parlamentar, estudos comprovam uma demanda reprimida de mais de 2 milhões de toneladas de carga vocacionada para a hidrovia, carga perene. Do ponto de vista social, unirá as cidades ao longo do rio, Pirapora, Januária, Bom Jesus da Lapa, Ibotirama e Luiz Eduardo Magalhães.

"Poderemos ter, assim, um transporte mais barato, com uma demanda de carga já existente, sendo necessário apenas regularidade para que seja montada uma logística satisfatória que atenda aos interesses comerciais", afirma.

Foram convidados:
- o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles;
- a diretora de Infraestrutura Aquaviária do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Karoline Lemos;
- o coordenador-geral substituto de Administração Hidroviária do Dnit, Hadson Tolentino Barbosa;
- o superintendente substituto de Regulação da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Sérgio Augusto Nogueira de Oliveira;
- o representante do Ministério do Desenvolvimento Regional Athadeu Ferreira; e
- o diretor de Planejamento da Empresa de Planejamento e Logística S.A. (EPL), Rafael Benini.

A reunião será realizada às 14 horas, no plenário 13.

Assista ao vivo

Da Redação – RL

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.