Educação, cultura e esportes

Mesmo com mais de 6 mil bibliotecas no País, brasileiros ainda têm dificuldade no acesso à leitura

O assunto foi debatido pela Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados

17/10/2019 - 19:32  

 

Existem, hoje, 6.057 bibliotecas públicas em funcionamento no Brasil, mas, segundo o subsecretário do Patrimônio Cultural do DF, Cristian Brayner, isso ainda não garantiu o acesso à leitura a todos brasileiros.

"Cerca de 95% dos municípios têm bibliotecas. Então, o desafio hoje não me parece ser exatamente criar bibliotecas, mas qualificá-las, garantindo orçamento próprio e espaços adequados", afirmou. Ele lamenta, por exemplo, que os prédios onde as bibliotecas funcionam sejam adaptados. "Eles não foram construídos para ser bibliotecas, então nós temos problemas muito graves."

Uma audiência pública na Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados discutiu nesta quinta-feira (17) a importância de se fortalecer o sistema nacional de bibliotecas públicas, com mecanismos que garantam a qualidade na construção de seus acervos, bem como na oferta de produtos e serviços de informação que incentivem o hábito da leitura.

O deputado Marcelo Calero (Cidadania-RJ) quer garantir profissionais qualificados trabalhando nesses lugares. "É muito importante que a gente dê a eles dignidade em termos de estrutura e dignidade em termos também de prestação de serviço para o cidadão".

Livros nas Praças
O projeto "Livros nas Praças", no Rio de Janeiro, transformou ônibus em bibliotecas ambulantes que estimulam a leitura em comunidades carentes. A iniciativa já atende pedidos em outros nove estados e já beneficiou mais de 300 mil pessoas. Para a coordenadora do projeto, Cristina Aquino de Figueiredo, a experiência mostra que o interesse pela cultura não é apenas de uma minoria privilegiada.

"A primeira visita ele se sente um pouco envergonhado. Como se ele não tivesse direito a esse conhecimento, mas na segunda, terceira ou quarta visita, eles se tornam leitores", relatou. Ela também comemora que crianças que tem contato com o projeto através da escola, acabam trazendo pais e avós para conhecer a iniciativa.

A presidente da Comissão de Cultura da Câmara, deputada Benedita da Silva (PT-RJ), elogiou o incentivo à leitura em comunidades carentes. "As crianças abandonam o celular e escolhem os livros que querem ler".

Reportagem - Cid Queiroz
Edição - Geórgia Moraes

  • Áudio da matéria

    Ouça esta matéria na Rádio Câmara

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'.